GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

SPORT - COMEMORANDO O EMPATE

Jogadores do Sport comemoram ponto obtido nos acréscimos e apontam empate como justo

Atletas rubro-negros exaltaram entrega da equipe que, com um jogador a menos, conseguiu o empate

Para leoninos, gol de pênalti marcado aos 52 minutos do segundo tempo com um jogador a menos, coroou entrega da equipe contra a Chapecoense


O gol marcado pelo atacante André, de pênalti, aos 52 minutos do segundo tempo, tirou o Sport da zona de rebaixamento, mas não da confusão das últimas posições. Com 36 pontos, o Leão tem apenas um a mais que três dos quatro times da área de queda. Mesmo assim, o empate com a Chapecoense por 1 a 1, neste domingo, na Arena Condá, foi bem recebido pelos rubro-negros - que atuaram boa parte da etapa final com um jogador a menos após a expulsão do volante Anselmo, aos 18 minutos.

Um dos líderes do grupo, o goleiro Magrão foi um dos que mais exaltaram o ponto conquistado fora de casa. "Foi um jogo equilibrado. No primeiro tempo, nossa equipe teve mais posse de bola, mas não teve grandes chances, apesar do domínio do jogo. No segundo, com um jogador a menos, a Chapecoense teve o domínio, que é natural. Sofremos o gol, mas a partir desse momento buscamos reagir. E no final, fomos coroado no lance em que o árbitro acertou ao marcar o pênalti. Conseguimos um resultado positivo pelas circustâncias que estavam envolvendo a partida. Temos que comemorar esse empate", destacou.

Opinião parecida teve o atacante Osvaldo, que foi acionado no segundo tempo no lugar de Rogério. Para o avançado, o gol no apagar das luzes premiou a entrega do time, que no entanto segue com uma marca negativa. Apenas uma vitória nas últimas 15 rodadas do Brasileiro. 

"Queríamos a vitória, mas sabíamos que seria um jogo muito difícil. O primeiro tempo foi muio disputado, apesar das duas equipes não criarem muitas chances. Com a expulsão, a Chapecoense veio para frente, mas o Sport está de parabéns porque soube jogar com um a menos. Encurralamnos o time deles e o nosso gol já poderia ter saído antes. Mas o resultado acabou sendo justo", analisou.

Reclamação

No entanto, também houve espaço para reclamação contra a arbitragem do mineiro Ricardo Marques Ribeiro. Para o zagueiro Henriquez, o Sport foi prejudicado. Além do pênalti cometido por Patrick, o árbitro também expulsou Anselmo, com o cartão vermelho direto, após entrada imprudente.

"A gente sai com muita raiva. É impossível que estamos jogando uma partida tão decisiva e a comissão de arbitragem não mande um cara sério para apitar esse jogo. Viemos com uma postura legal e o cara em dez minutos vira a partida para a Chapecoense. Mas hoje tivemos atitude e estamos convencidos que não vamos ficar lá embaixo", apostou.

Diario de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário