GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sábado, 3 de março de 2018

PERNAMBUCANO 2018

Para evitar vexame histórico no Estadual, Santa Cruz busca vitória sobre o Belo Jardim

Recuperado de lesão na coxa, lateral-direito Vítor retorna ao time após um mês de recuperação


Sétimo colocado do Campeonato Pernambucano, Tricolor corre ricos de ficar de fora quartas de final caso não vença a equipe do interior neste domingo


O Santa Cruz vive um momento um tanto quanto dúbio neste momento. Por um lado, acumula atualmente a melhor sequência do ano: já são sete jogos de invencibilidade, o que rende ao clube, por exemplo, a liderança do Grupo A da Copa do Nordeste. Por outro lado, a equipe comandada por Júnior Rocha não consegue embalar no Estadual. Em oito rodadas, apenas uma vitória. É o clube que mais empatou na competição, seis vezes - quatro nos últimos quatro jogos. O cenário chegou ao limite. Praticamente sem chances de assegurar alguma vantagem para as quartas de final, o Tricolor precisa se preocupar em evitar um vexame histórico. Não em vão, trata a partida das 16h deste domingo, contra o Belo Jardim, no Arruda, como uma decisão.

Com 18 e 15 pontos, o líder e vice-líder do Estadual, Náutico e Sport, respectivamente, já não podem mais ser alcançados pelo Santa Cruz. O G4, à essa altura, é praticamente uma utopia.  O Central e o Vitória, respectivamente terceiro e quarto colocados, têm 13 pontos. A duas rodadas para o fim da primeira fase do Campeonato Pernambucano, a equipe coral é a sétimo colocada com nove pontos, apenas três pontos à frente do Pesqueira, o nono. Dos 11 clubes que disputam a competição, oito passam à segunda fase. Se o Estadual acabasse agora, os tricolores enfrentariam o Sport (segundo colocado), em jogo único, na Ilha do Retiro, pelas quartas de final - o mando de campo é a única vantagem para os primeiros classificados.

Para alcançar o G4 e ter o benefício do mando de campo nas quartas de final, o Tricolor precisaria vencer o Belo Jardim, no Arruda, e o Sport, na Ilha do Retiro, além de torcer por uma combinação de resultados. Improvável. Embora venha de resultados indigestos no Pernambucano, Júnior Rocha vê o time apresentando boa evolução. "A gente vem evoluindo, mas está longe do ideal ainda. Sei que eles (os jogadores) podem produzir muito mais. Nosso foco total agora, o jogo das nossas vidas é contra o Belo Jardim. Depois a gente deixa para pensar em CRB (pela Copa do Nordeste) e no Sport (pela última rodada do Estadual)", disse o técnico.

Jejum no Arruda

A única vitória do Santa Cruz no Estadual veio no dia 14 de fevereiro, 1 a 0 sobre o Afogados, fora de casa, pela sexta rodada. O que significa, por exemplo que a equipe ainda não venceu no Arruda pelo Pernambucano, onde empatou quatro vezes). O Belo Jardim, adversário do próximo domingo, é o lanterna da competição com apenas cinco pontos. "Agora é foco total nessa partida de domingo e vamos trabalhar para buscar essa vitória", afirmou Júnior Rocha. 

O time

O técnico Júnior Rocha terá à disposição para o jogo contra o Belo Jardim dois importantes atletas do elenco. O goleiro Tiago Machowski, recuperado das dores no abdômen, e o lateral-direito Vítor, livre da lesão na coxa, voltaram a trabalhar com bola normalmente durante o treino da tarde desta sexta-feira. Além deles, o volante Luiz Otávio, que cumpriu suspensão contra o Flamengo de Arcoverde, também volta ao time. Augusto e Arthur Rezende continuam vetados, enquanto Ávila, em recuperação, é dúvida para a partida.

Belo Jardim

O Belo Jardim é uma das duas equipes (ao lado do Flamengo) que ainda não venceram no Estadual. Com cinco pontos, vem de uma derrota para o Mequinha fora de casa. Lanterna da competição, precisa vencer o Tricolor no Arruda para manter viva a esperança de escapar do rebaixamento e, a depender de uma reviravolta, até conseguir a classificação.

Ficha do jogo

Santa Cruz
Tiago Machowski; Vítor, Genílson, Augusto Silva e Paulo Henrique (Ávila); Jorginho, Luiz Otávio e Daniel Sobralense; Fabinho Alves, Robinho e Héricles. Técnico: Júnior Rocha.

Belo Jardim
Andrei; Gustavo, Danilo Cirqueira, Guilherme Cenci e Luan, Gabriel Girão, Jader, Capa e Makson; Raniel e Tony. Técnico: Luciano Veloso. 

Local: Arruda, no Recife. 
Horário: 16h.
Árbitro: Diego Fernando (PE).
Assistentes: Francisco Chaves (PE) e John Andson (PE).
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).


Diario de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário