GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 5 de março de 2018

PERNAMBUCO 2018

Santa Cruz vence Belo Jardim por 3 a 2 e se classifica, mas sai vaiado de campo

Luiz Otávio marcou o primeiro gol do Santa Cruz ainda no primeiro tempo de jogo


Time coral levou dois gols com erros da defesa na etapa final


O Santa Cruz venceu o Belo Jardim neste domingo. Mas não evitou as vaias no Arruda. Em uma tarde em que o ataque do Santa Cruz voltou a funcionar, a equipe coral precisou apenas de um intervalo de cinco minutos de lucidez para bater o lanterna da competição, chegando a fazer um placar de 3 a 0. Na reta final da partida, contudo, erros da defesa fizeram o rival marcar dois gols, irritando a torcida. Foi o segundo êxito tricolor no Campeonato Pernambucano, que vinha de uma sequência de três empates. O resultado garantiu o time comandado pelo técnico Júnior Rocha nas quartas de final do Estadual. Já o Calango precisa vencer o Náutico e torcer por uma combinação de resultados na última rodada para escapar do rebaixamento.

Os gols da vitória sobre o Belo Jardim foram marcados por Luiz Otávio, Robinho e Fabinho Alves. Kelvis e Jader descontaram. Foi o oitavo jogo de invencibilidade do Santa Cruz, entre jogos do Pernambucano e da Copa do Nordeste. Com 12 pontos, o Tricolor se mantém na sétima posição. A equipe agora volta a campo na próxima quarta-feira, quando irá à Ilha do Retiro enfrentar o Sport pela última rodada do Estadual.

O jogo

O Santa Cruz voltou a apresentar velhos problemas diante do Belo Jardim na primeira etapa. Transição lenta para o ataque, erros de passe e os insistentes apagões na defesa. Defeitos que poderiam ter levado um grande prejuízo à equipe, não fosse a fragilidade do adversário. Ainda assim, embora limitadíssimo tecnicamente, o Calango assustou o Tricolor durante a primeira etapa. Aos 12 minutos, Danilo Cirqueira foi derrubado na área por Augusto Silva. Penalidade que o árbitro Francisco Chaves ignorou. Na sequência da jogada, Tony finalizou para boa defesa de Ricardo Ernesto.
O Tricolor respondeu com duas bolas paradas. Aos 9, Robinho cobrou falta e Genílson perdeu uma chance incrível. Aos 24, foi a vez de Héricles testar mal. O jogo seguia em baixo nível, com muitos erros para os dois lados. Em um deles, aos 33, Genílson saiu errado e Makson saiu de frente com Ricardo, que fez mais uma boa defesa. Aos 45, quando as vaias da torcida já se ensaiavam, Luiz Otávio lançou Robinho, que fez grande jogada e devolveu com açúcar para o volante mandar para as redes. Luiz Otávio: 1 a 0.

Segundo tempo avassalador

A equipe coral voltou do intervalo no embalo do gol que fechou a primeira etapa. E com cinco minutos resolveu a partida. No primeiro lance do segundo tempo, Héricles subiu pela esquerda e tocou voltando para Robinho finalizar rasteiro no cantinho e balançar as redes. Aos 5, Robinho cobrou escanteio, Augusto testou para defesa de Andrei. No rebote, Fabinho Alves escorou para o gol. A equipe coral seguiu avassaladora. Aos 11, Héricles perdeu uma chance incrível. Após cruzamento, ele mandou de cabeça, Andrei defendeu e, no rebote, sem goleiro, o atacante acertou a trave. Incrível. 

Após a blitz, a equipe coral diminuiu o ritmo e passou a administrar a vantagem. Guerreiro, o Belo Jardim até tentou esboçar alguma reação na partida, mas sem sucesso. Aos 29, por exemplo, Sacomani bateu de longe para grande defesa de Ricardo Ernesto. Aos 38, Renato Silveira saiu jogando mal e entregou de bandeja para Kelvis diminuir para a equipe interiorana. No fim, a defesa coral voltou a cometer outro erro e deu espaço para o segundo gol do Belo Jardim. Aos 48 minutos, Jader chuta cruzado, a bola desviou na defesa coral e morreu nas redes. Ao apito final, vaias da torcida.

Ficha do jogo

Santa Cruz 3

Ricardo Ernesto; João Ananias, Augusto Silva, Genílson (Renato Silveira) e Henrique Ávila (Paulo Henrique); Jorginho, Luiz Otávio, Daniel Sobralense (Jeremias); Fabinho Alves, Robinho e Hericles. Técnico: Júnior Rocha.

Belo Jardim 2

Andrei; Danilo Cirqueira, Vandinho, Luan e Xisto; Jader, Bruno Sacoman, Júnior (Felipe) e Makson (Kelvis); Raniel e Tony. Técnico: Luciano Veloso. 

Local: Arruda, no Recife. 
Árbitro: Diego Fernando (PE).
Assistentes: Francisco Chaves (PE) e John Andson (PE).
Gols: Luiz Otávio (45’ do 1ºT), Robinho (1’ do 2ºT), Fabinho Alves (5’ do 2ºT) (S); Kelvis (38’ do 2ºT) e Jader (48' do 2ºT) (B). 
Cartões amarelos: Genílson (S); Danilo Cirqueira, Júnior (B).
Público: 3.563.
Renda: R$ 20.580,00.


Diario de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário