GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 26 de julho de 2018

ELEIÇÕES 2018

#voltaquerida


Por que o PT não lança Dilma Rousseff à Presidência?


Perguntar não ofende. Por que não Dilma? Por que o PT não a lança à Presidência? O partido teria a chance de provar que, como a militância defende, era uma “presidenta” escolhida pelo povo, honesta, competente, guerreira, vítima de um golpe de Estado. Meio golpe. 
O Senado rasgou a Constituição ao fatiar o impeachment, com a chancela do ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal). Dilma deveria ter perdido o direito de exercer cargos públicos por oito anos. Mas está aí, faceira, denunciando a pernada que levou do seu vice, a prisão política de Lula —em países tão democráticos quanto Cuba—, prestes a concorrer ao Senado
Ainda que digam que não há plano B, que o candidato é Lula, fala-se emFernando Haddad e Jaques Wagner, se o ex-presidente tiver as negativas do TSE e do STF. Ora, Haddad perdeu no primeiro turno uma eleição municipal, Jaques Wagner não parece disposto a abrir mão do favoritismo ao Senado pela Bahia
Por que o PT não avalia o nome de Dilma, a “presidenta” tão amada, proba, que teve 52% dos votos? Por que a #voltaquerida passou a ser ignorada pela militância, que grita em uníssono apenas #lulalivre? Seria um retorno triunfal. 
Talvez porque o PT tenha pavor de Dilma. Talvez porque, para o partido, ela seja o que Haddad disse sobre Alckmin: o atraso na disputa do Planalto. O petista ainda se referiu ao tucano como a continuidade do governo Temer. Como se o PT não tivesse nada a ver com o atual presidente. 
Como se Dilma não tivesse seguido o programa do PSDB depois de ter levado uma eleição apertadíssima contra o finado (politicamente) Aécio. Como se Lula não tivesse mantido o plano econômico de FHC, que a militância tanto detesta. 
É preciso estar muito distraído para não perceber quando a velha política desdenha da velha política. E quando os partidos e correligionários desdenham de seus próprios representantes.

Mariliz Pereira Jorge – Folha de S.Paulo

Um comentário:

  1. bom dia Pedro. parabéns por esse espaço para compartilhar e somar

    ResponderExcluir