GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

SANTA CRUZ - RESSALTANDO A FORÇA

De olho nos mata-matas, técnico ressalta força do Santa Cruz na defesa e como time visitante

Roberto: "O ponto positivo (da 1ª fase), sem dúvida alguma, foi a consistência em termos defensivos"


Com Roberto Fernandes, time diminuiu em um terço número de gols sofridos


O Santa Cruz tem a melhor defesa da Série C. São 13 gols sofridos em 17 partidas. Virtude acentuada desde a chegada do técnico Roberto Fernandes ao Arruda. Afinal, foi com o treinador que o Tricolor diminuiu em um terço no número de vezes que a meta coral foi vazada. Além disso, o time tem outra força em alta visando os mata-matas da Série C: o bom aproveitamento como visitante. A detalhes de consumar a classificação às quartas de final do Campeonato Brasileiro, Roberto Fernandes vê a equipe chegando forte no momento mais decisivo da competição, no próximo sábado, o time decide a classificação contra o Salgueiro, em casa.
A evolução defensiva desde que o técnico assumiu o Santa Cruz na sétima rodada do nacional é atestada em números. Até aquele momento, o Tricolor tinha uma média de 0,96 gol sofrida por jogo (25 gols em 26 partidas). No recorte dos 11 jogos em que Roberto Fernandes esteve à frente do time, a mesma média caiu para 0,63 - com sete gols sofridos em 11 jogos. "O ponto positivo, sem dúvida alguma, foi a consistência em termos defensivos. Estamos terminando a primeira fase como a defesa menos vazada dos dois grupos", ressaltou o treinador. 

O segundo fator ressaltado por Roberto Fernandes é a qualidade do time fora de casa. No Grupo A, o Tricolor é o segundo time que mais pontuou como visitante, conquistando 11 pontos em nove partidas (41% de aproveitamento) - atrás somente do Confiança, que somou 14 (52%). Além disso, no Grupo B, outras três equipes também estão à frente do Tricolor no quesito: o Operário 14 pontos em oito jogo), Botafogo-SP (13 em oito) e o Bragantino (12 em nove).

A estatística é relevante porque o Santa Cruz poderá ter que decidir o acesso longe do Arruda. Afinal, atualmente o clube é o terceiro colocado do grupo com 25 pontos - dois a menos que o vice-líder Atlético-AC. Para passar os acreanos e ter a vantagem de decidir a vaga na Série B em casa, os tricolores precisam vencer o Salgueiro, no próximo sábado, no Arruda, e torcer por um tropeço do Atlético contra o ABC, em Natal. Caso não obtenha êxito, Roberto Fernandes sabe que o time já está calejado para o cenário.

"O Santa Cruz é uma equipe que, para o mata-mata, tem esse ponto positivo. Somos um dos melhores visitantes da competição. E no mata-mata não adianta só ganhar em casa, tem que buscar resultado fora também. Então acho que esses são pontos positivos. E pontos a melhorar, continuo batendo na tecla que a gente tem que ‘matar’ mais o jogo. Contra Juazeirense, por exemplo, era um jogo que dava para ter saído com a vitória, porque a gente explorou os espaços dados pelo adversário. Mas, no momento final, no último toque na bola, às vezes estamos tomando a decisão equivocada", pontuou.


Diario de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário