GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

SANTA CRUZ - AINDA CONVERSANDO

Santa Cruz propõe redução salarial e agente de Carlinhos Paraíba espera chegar a 'meio termo'

Proposta do Santa é a única que Carlinhos Paraíba recebeu até o momento para a temporada 2019


Empresário Júlio Fressato afirmou que ainda negocia solução com Tricolor


Um dos jogadores de maior identificação com a torcida, o volante Carlinhos Paraíba tem a permanência em xeque no Santa Cruz. Com um salário fora da realidade do clube, o atleta de 35 anos tem visto se arrastar há quase três meses a negociação com o Tricolor - aparentemente ainda longe de um final. Com uma proposta para reduzir os salários e ficar por mais uma temporada no Arruda, o ídolo coral tenta chegar a um denominador comum para seguir no Arruda em 2019.
"Até o momento, continua na mesma. Estamos aguardando ainda. Não evoluiu. Foi feita a proposta e estamos analisando", afirmou o empresário de Carlinhos, Júlio Fressato. "Sabemos que não vai ser possível seguir com o mesmo salário. A gente está tentando se adequar ao sistema clube e espera que o clube se esforce para chegar ao nosso, um meio termo", acrescentou.

Principal contratação para a disputa do Campeonato Brasileiro, Carlinhos Paraíba tinha o maior salário do elenco - em torno de R$ 50 mil. Chegou ao Arruda graças a uma campanha, o Projeto Camisa 12, que arrecadou recursos junto à torcida e bancou a maior parte dos salários. Porém, em campo, rendeu abaixo do esperado, com vários momentos de lesão. Foram apenas 13 partidas e dois gols marcados. Com grande empatia com o clube, onde apareceu para o futebol nacional em 2007, o atleta tem o desejo de seguir no Arruda.
 
"Carlinhos gosta muito do clube, tem um carinho muito grande pela torcida e pela instituição. Mas a gente não pode colocar isso como primordial. Ele é profissional, pai de família. Acredito que existe a possibilidade da renovação", destacou Fressato. "Ele recebia através projeto. Agora, seria via o clube mesmo e a gente sabe hoje que não só o Santa, mas vários clubes atravessam um momento difícil. A gente sabe da situação e estamos tentando nos adequar à realidade do clube e o clube à realidade do atleta", pontuou.

A expectativa inicial da diretoria tricolor é trabalhar com uma folha salarial que gire em torno de R$ 250 mil. Nesse panorama, somente Carlinhos representaria com o antigo salário um quinto de todo orçamento destinado para o elenco. Carlinhos, inclusive, só integrou o elenco na última Série C graças ao empenho financeiro da torcida. Até aqui, de acordo com Fressato, o experiente atleta não recebeu proposta de nenhum outro clube.

Revelado pelo Nacional de Patos, Carlinhos Paraíba foi contratado em 2007 pelo Santa Cruz. E apesar do rebaixamento do time para a Série C naquele ano, conseguiu se destacar. Ao ponto de ser contratado no ano seguinte pelo Coritiba. Na sequência foi para o São Paulo, onde ficou até 2012, quando se transferiu para o futebol japonês até o retorno ao Arruda.


Diario de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário