GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

COPA DO BRASIL

Rival do Sport na estreia da Copa do Brasil, Tombense não vence há quatro jogos

Lateral direito David, ex-Náutico, em ação contra o Atlético-MG. Partida foi a única vencida no estadual


Time mineiro conta com atletas conhecidos do futebol pernambucano, como o goleiro Felipe, o lateral David, o volante Rodrigo e o meia Cássio Ortega


Em busca do bicampeonato da Copa do Brasil, o Sport faz sua estreia na competição nesta quarta-feira, às 20h30, contra o Tombense, fora de casa. Logo de cara, o Leão quer apagar o vexame da edição passada, quando foi eliminado ainda na segunda fase (venceu o Santos (AP) na primeira fase). Em plena Ilha do Retiro, o então time comandado por Nelsinho Batista cedeu o empate ao Ferroviário (CE) após abrir 3 a 0 no placar e foi derrotado nos pênaltis.  

Vindo de quatro vitórias seguidas no Campeonato Pernambucano, o Sport terá pela frente um rival vivendo um momento oposto em seu estadual. Sem vencer há quatro jogos, o Tombense vem em queda livre na classificação, ocupando no momento apenas o sétimo lugar (oito times avançam para a próxima fase). 

O time da cidade de Tombos, onde será realizado o jogo, tem como treinador Ricardo Drubscky, conhecido do futebol mineiro. No elenco estão também alguns atletas com passagens pelo futebol pernambucano, como o goleiro Felipe Garcia e o lateral direito David (ex-Náutico), o volante Rodrigo (ex-Sport) e o meio Cassio Ortega (ex-Salgueiro). Mas o principal nome do elenco é o experiente lateral/meia Juan, de 36 anos, que foi campeão da Série A do Brasileirão com o Flamengo e que no ano passado conseguiu o acesso para a Primeira Divisão junto com o CSA (AL).

O time base do Carcará, como é carinhosamente conhecido o Tombense: Felipe, David, Lincoln, Reynaldo e Bruninho; Rodrigo, Trindade (Cassio Ortega) e Juan; Éverton, Rafinha e Ricardo Jesus.
A única vitória no Mineiro foi justamente contra um dos favoritos ao título: o Atlético-MG, por 1 a 0. Porém, o Galo entrou em campo com uma equipe totalmente reserva. 

Na temporada, além do Campeonato Mineiro e da Copa do Brasil, o Tombense também disputará a Série C do Brasileirão. Os mineiros poderão ser um possível rival de Náutico e Santa Cruz a partir dos mata-matas, já que o time está no grupo B da competição. 

Cotas

Assim como o Sport, o Tombense também está no Grupo III das cotas da Copa do Brasil, ou seja, se avançar de fase, receberá R$ 625 mil em premiação. Ainda em relação a cotas, aqui vale um parênteses sobre a cota do time de Tombos no Campeonato Mineiro. Mesmo não sendo do escalão de elite dos times mineiros, o Tombense tem cota de R$ 900 mil no torneio, enquanto que o Sport, no Pernambucano, recebe “apenas” R$ 1 milhão (a título de curiosidade, Atlético-MG e Cruzeiro recebem R$ 12,3 milhões em cotas).

Tombense no Mineiro

6 jogos
1 vitória
3 empates
2 derrotas
4 gols pró
5 gols contra
33,3% de aproveitamento

Tupi 1 x 1 Tombense
Tombense 1 x 0 Atlético-MG
URT 1 x 1 Tombense
Tombense 1 x 2 América-MG
Tupynambás 0 x 0 Tombense
Boa Esporte 1 x 0 Tombense

Sport na Copa do Brasil

24 participações 
114 jogos 
54 vitórias
26 empates
34 derrotas
185 gols pró
121 gols contra


Diario de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário