GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sábado, 18 de maio de 2019

CAMPEONATO BRASILEIRO

Contra o Treze, Dal Pozzo inicia sua caminhada com o Náutico na Série C do Brasileiro

Mais uma vez, treinador alvirrubro terá vários problemas para montar a sua equipe (Foto: Léo Lemos/Náutico)


Na última quarta-feira, treinador conseguiu classificar o timbu para próxima Copa do Nordeste e agora inicia principal desafio do ano


Após pular uma fogueira na última quarta-feira e conseguir classificar o Náutico para a fase de grupos da Copa do Nordeste do próximo ano, o técnico Gilmar Dal Pozzo terá, neste sábado, contra o Treze, em João Pessoa, o primeiro desafio na sua principal missão a frente do time: conseguir o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro.
 
Sendo assim, uma vitória se faz fundamental, já que o alvirrubro vem de uma derrota em casa na última rodada, para o Ferroviário, e com apenas três pontos somados, em três rodadas, está na 5ª colocação do Grupo A. Fora da zona de classificação às quartas de final.

Porém, como já ocorreu em sua estreia à frente do Timbu, Dal Pozzo mais uma vez terá muitos problemas para montar a sua equipe. Na verdade, em um volume ainda maior com relação ao duelo contra o Campinense, pela seletiva do Nordestão. Isso porque o volante Jhonnatan e o lateral direito Hereda deixaram a partida com problemas físicos e com isso são dúvidas para o compromisso contra o Treze.

A possível ausência de Hereda torna ainda mais complicada a situação na lateral esquerda, uma vez que o prata da casa já havia sido improvisado no setor. Desta forma, a tendência é a improvisação do atacante Matheus Carvalho, algo que Dal Pozzo já havia experimentado nos minutos finais da partida contra o Campinense. O volante Josa, que também poderia ocupar a vaga, é outra dúvida, com desgaste físico.
 
Um alento fica por conta do possível retorno do meia Danilo Pires, que estava ausente desde a final do Campeonato Pernambucano por conta de uma lesão muscular. Na quinta-feira, único treino aberto à imprensa, o jogador trabalhou normalmente. 

"Houve um desgaste físico e mental desses atletas. Então a gente vai ter uma conversa com eles, um 'feedback'. E ouvir também o departamento médico", explicou Dal Pozzo, que no entanto, pediu para a equipe repetir a postura demonstrada na seletiva da Copa do Nordeste.

"Se a gente conseguir manter o físico, mental, tático e melhorando o técnico, nós vamos estar muito próximo do objetivo. É isso que eu quero da equipe. A doação. Jogar no limite", enfatizou.

Como vem o Treze

Ainda sem vencer na Série C (com três empates, em três jogos), o Treze aposta na sua força em casa para triunfar pela primeira vez na competição. Um dos destaques da equipe segue sendo o experientíssimo meia Marcelinho Paraíba, que completou na última sexta-feira, 44 anos. 

"O que a gente tem que olhar é que o Treze vem fazendo bons jogos. Acredito que essa primeira vitória está próxima. Acredito que, quando ela acontecer, outras virão na sequência, e isso vai ser determinante também para melhorar a nossa situação na tabela", afirmou o volante Coppetti.

Ficha do jogo

Treze
Mauro; Edy, Anderson Penna, Ítalo e Silva; Juninho, Coppetti e Marcelinho Paraíba; Júlio Pacato, Eduardo e Gil. Técnico: Flávio Araújo.

Náutico
Bruno; André Krobel, Camutanga, Sueliton e Matheus Carvalho (Hereda); Josa (Jimenez), Jhonnatan (Danilo Pires) e Luiz Henrique; Thiago, Wallace Pernambucano e Odilávio. Técnico Gilmar Dal Pozzo

Local: Estádio Amigão, em Campina Grande (PB)
Horário: 19h15
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)
Assistentes: Luiz Alberto Andrini e Evandro de Melo Lima (ambos de SP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário