GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 16 de maio de 2019

MAIO AMARELO

CTTU realiza blitz educativa em alusão ao Maio Amarelo

Campanha da CTTU na avenida Agamenon MagalhãesFoto: Andréa Rêgo Barros/PCR/Divulgação


Na ocasião, Trupe da CTTU abordou condutores para dar dicas de segurança viária

A Trupe da CTTU esteve na Avenida Governador Agamenon Magalhães, embaixo do Viaduto da Avenida Norte, para realizar uma blitz educativa em alusão à Campanha Maio Amarelo, nesta quarta-feira (15). 

Além do grupo, estiveram, também, orientadores e agentes de trânsito, assim como profissionais da Secretaria de Saúde do Recife, da Operação Lei Seca e do Detran/PE. 

Na ocasião, foram distribuídos materiais educativos e as equipes prestaram orientações aos condutores sobre os cuidados com os pedestres e, ainda, falaram com os motociclistas sobre uma conduta responsável no trânsito.

Francisco Irineu, coordenador do programa de educação para o trânsito da CTTU, falou sobre os cuidados que as motocicletas exigem no trânsito. "A moto é um veículo pequeno que deve ser protegido porque, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, os veículos maiores devem proteger os menores. 

Assim como a motocicleta deve, também, proteger o ciclista e os pedestres. Essa informação deve estar sempre em mente no comportamento dos diversos atores no trânsito", explicou.


Confira, abaixo, outras dicas de segurança viária para motociclistas:

Capacete e outros acessórios - O uso do capacete não é apenas uma dica de segurança, mas uma obrigatoriedade do ponto de vista legal. Motociclistas e garupas sem capacete podem receber multas, além de deixar vulnerável a região craniana, o rosto e o maxilar em caso de queda. 

Os capacetes devem estar dentro da validade e ter o selo do Inmetro, pois essa certificação garante a sua eficácia nos choques mais bruscos. Importante manter a viseira abaixada, pois caso contrário o motociclista está passível de multa. A infração é gravíssima, no valor de R$ 293 e sete pontos na CNH. 

Além do capacete, não esquecer que é interessante usar calça e jaqueta resistentes, calçados reforçados, com fecho e luvas com aderência, preferencialmente de couro. Isso minimiza o contato da pele com o asfalto em caso de queda. Também é interessante o uso da antena corta pipa para evitar acidentes com cerol.

Crianças - De acordo com o artigo 244 do CTB, o condutor de motocicleta não pode conduzir, na garupa, crianças menores de sete anos ou que não tenha condições de cuidar de sua própria segurança, ou seja, seus pés precisam alcançar pedais. A infração é gravíssima. Já a partir dos sete anos, as crianças precisam de um capacete adequado ao tamanho de suas cabeças para um ajuste adequado. 

Manter-se visível – Para diminuir a vulnerabilidade do motociclista, é importante que ele se mantenha visível para os outros condutores. Para isso, é importante não permanecer nos pontos cegos dos carros. Além disso, é importante optar por roupas claras ou chamativas. Os capacetes também podem ter faixas reflexivas. 

Manobras seguras, velocidade e respeito à sinalização - De acordo com o artigo 29 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) todos os veículos devem ultrapassar pela esquerda. Além disso, o motociclista deve procurar visualizar todos os veículos que estão à sua frente e respeitar a sinalização. 

A distância deve ser aumentada e a velocidade diminuída no caso de manobras e ultrapassagens, e o motociclista só deve arriscar após ter certeza de que foi visto pelo motorista da frente. Os motociclistas, por terem mais possibilidade de andar rápido e porque têm um veículo menor, ultrapassam, com frequência, a velocidade. 

Entretanto, é importante lembrar que a velocidade das vias foi regulamentada pelo órgão de trânsito com estudos de engenharia de tráfego para garantir a segurança viária das pessoas em todos os modais. Por isso, é necessário estar atento à velocidade para cuidar de si e dos outros no trânsito.



FolohaPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário