GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

NÁUTICO - CONFIANÇA TOTAL

Apesar de derrota, Dal Pozzo segue confiante em classificação e lembra jogo do Paysandu

Técnico alvirrubro lembrou que para conseguir acesso à Série B, Náutico reverteu desvantagem de dois gols (Foto: Léo Lemos/Náutico)


Para treinador, jogando nos Aflitos, Náutico pode reverter desvantagem da derrota para o Juventude por 2 a 1 e chegar à final da Série C


Apesar da derrota de virada por 2 a 1 para o Juventude, o técnico do Náutico, Gilmar Dal Pozzo fez questão de valorizar a atuação o time em Caxias do Sul e se mostrar otimista quanto ao poder da equipe de reação da sua equipe. Para chegar à final da Série C, no próximo domingo, nos Aflitos, o Timbu precisará de uma vitória por dois gols de vantagem. Triunfo por um gol leva a decisão para os pênaltis. Para o treinador, o resultado final no Alfredo Jaconi acabou sendo injusto.

“Foi um jogo de duas equipes da Série B já, de alto nível, competitivo e forte. O primeiro tempo foi muito igual, talvez a única oportunidade de gol foi a nossa que convertemos. No segundo tempo a gente teve a mesma postura e tivemos três oportunidades claríssimas de gol. E isso foi a diferença. Depois o Juventude fez o primeiro gol, em seguida de uma bola na trave nossa, e no finalzinho a bola deles bateu na trave, nas costas do Jefferson e entrou. Pelo o que as duas equipes produziram, o resultado mais justo seria um empate”.

E para embasar a confiança em reverter a desvantagem do jogo de ida, o comandante alvirrubro fez questão de lembrar da partida do acesso, diante do Paysandu, quando o Náutico perdia por 2 a 0 até os 18 minutos do segundo tempo, mas conseguiu empatar e vencer na decisão por pênaltis.

“É um jogo que está em aberto. Contra o Paysandu estávamos perdendo por 2 a 0 e tínhamos menos de 40 minutos para reverter um placar e buscamos o 2 a 2 porque essa é uma equipe que não se entrega. E dessa forma que vamos trabalhar essa semana. Falei para eles que é preciso se orgulhar da partida que nós fizemos. Além disso o nosso torcedor também faz a diferença. Mas claro, temos que jogar futebol. Não é só o fato de jogar em casa que vamos ter qualquer tipo de vantagem. É preciso ter desempenho”, completou.

Para o jogo de volta, um desfalque certo é o zagueiro Camutanga, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Por outro lado, Diego Silva, que cumpriu suspensão, volta a ficar à disposição. Dal Pozzo ainda aguarda a recuperação dos atacantes Thiago e Rafael Oliveira, vetados pelo departamento médico para o compromisso em Caxias do Sul. 

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário