GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

SANTA CRUZ - ANO PARA ESQUECER

Com apenas 30% de aproveitamento, Santa Cruz tem pior ano como visitante na década

Santa Cruz encerrou o ano com derrota para o Náutico fora de casa (Foto: Leandro de Santana/Esp. DP)


Dos 22 jogos fora de casa, Santa venceu quatro, empatou oito e perdeu 10


Quatro vitórias, oito empates e dez derrotas. O aproveitamento do Santa Cruz fora de casa deixou muito a desejar. O baixo número de 30,3% de pontos disputados supera 2018 (31,7%) e 2016 (35,1%) como o pior da década. O melhor desempenho em casa, que sempre foi alento ao desempenho tricolor até teve boa marca, mas insuficiente para salvar o ano ou ser a melhor marca.

Se 2019 acabou mais cedo no Arruda, parte da culpa é pelos jogos que aconteceram longe do Arruda. Os números absolutos do Tricolor somam 20 pontos em 22 partidas, valor que se aproxima do ano passado, até então pior aproveitamento da década. Em 2018, o Santa chegou a mesma pontuação, mas com um jogo a menos.

Os números do Santa como mandante foram quase o dobro dos números como visitante. Se a equipe fez 20 pontos fora, foram 46 pontos em casa. O aproveitamento sobe de 30,3% para 69,7%. Coincidentemente, os números somam 100%, por causa do total de 50% de aproveitamento na temporada.

Quanto às melhores marcas, o Santa Cruz já chegou aos 75,3% dos pontos disputados em casa, na temporada 2013. Dois anos antes, o aproveitamento tricolor fora de casa chegou aos 60,9% dos pontos. Como pior marca, se 2019 teve o pior aproveitamento fora de casa, 2016 teve o pior nos mandos corais, com 46,8%.

Os números ainda atestam outra situação. Fora de casa, o Santa Cruz teve a terceira maior proporção de derrotas na década, foram 45,5% de jogos perdidos como visitante. O valor só supera os anos de 2016 (48,7%) e 2012 (47,8%). O número total de vitórias longe do Arruda foi o segundo pior do recorte, melhor apenas que 2018, quando o Santa só venceu três vezes.

Outra observação mostra que 2019 também foi o segundo ano com menos jogos do Santa Cruz, seja no total, em casa, ou fora. Os 44 jogos tricolores, com metade em casa e fora superam a última temporada, quando o Santa mandou 19 jogos e foi visitante em outros 21, somando 40.

Esses baixos números em duas temporadas seguidas de Série C atestam o quão prejudicial é a permanência na Terceira Divisão para o Tricolor do Arruda. Mas para deixar a segunda mais obscura divisão do futebol nacional, o clube precisará reaprender a convencer fora de casa, algo que não não há algum tempo.

APROVEITAMENTOS COMO MANDANTE E VISITANTE NA DÉCADA

2019
69,7% em casa (22J 13V 7E 2D)
30,3% fora (22J 4V 8E 10D)
 
2018
63,1% em casa (19J 10V 6E 3D)
31,7% fora (21J 3V 11E 7D)
 
2017
48,9% em casa (32J 12V 11E 9D)
37,5% fora (32J 9V 9E 14D)
 
2016
46,8% em casa (37J 15V 10E 12D)
35,1% fora (37J 10V 9E 18D)

2015
72,8% em casa (27J 19V 3E 5D)
41% fora (26J 8V 8E 10D)
 
2014
63,7% em casa (34J 19V 8E 7D)
37,2% fora (34J 8V 14E 12D)
 
2013
75,3% em casa (27J 19V 4E 4D)
48,7% fora (26J 12V 6E 8D)
 
2012
72,4% em casa (23J 15V 5E 3D)
37,7% fora (23J 7V 5E 11D)

2011
68,2% em casa (22J 14V 3E 5D)
60,9% fora (23J 12V 6E 5D)

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário