GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sábado, 14 de setembro de 2019

SANTA CRUZ - SEGUNDO CAMPO DO CT NINHO DAS COBRAS

Santa Cruz acaba drenagem em segundo campo, orçado em R$ 631 mil

Primeiro campo do CT já é utilizado desde o início do ano (Foto: Marina Curcio/Esp. DP Foto)


João Caixeiro, presidente do Conselho Patrimonial do Tricolor falou sobre as necessidades do clube para finalizar obra do segundo campo


O Santa Cruz finalizou mais uma etapa das obras para a construção do CT Ninho das Cobras. Dessa vez, o clube finalizou o trabalho de drenagem do segundo campo, que teve entrega adiada por causa do período de chuvas que atingiu o Recife nos últimos meses. O presidente do Conselho Patrimonial do Santa Cruz, João Caixeiro adiantou os valores e prazos para a finalização do segundo campo.

"No segundo campo, nós terminamos a drenagem. Teve um atraso por conta das chuvas, mas com essa estiagem agora, nós demos uma andada boa. Então, nesse segundo campo, nós já investimos R$ 281 mil, onda já estão incluídos a drenagem, brita, areia, mão de obra e máquinas. Nós já gastamos R$ 281 mil neste segundo campo. Faltam ainda, aproximadamente, R$ 350 mil".

Ressaltando o planejamento de encerrar a obra do campo entre o final de novembro e o início de janeiro, o presidente lembrou que não há previsão para o término das obras totais do CT Ninho das Cobras, uma vez que as etapas estão sendo realizadas uma a uma. Ele também falou sobre a arrecadação de fundos para o segundo campo.

"Nós não temos esse dinheiro. Todos esses valores têm sido feitos através de contribuições de sócios e conselheiros e também onde nós tivemos a venda de 94 títulos patrimoniais a $ 1.000, que a pessoa se torna sócia do Centro de Treinamento e tem uma cota à parte de quanto o clube está comprando que é de R$ 1.000".

Ele também reafirmou a ajuda que vem sendo dada pelo grupo Tricolores do CT e por ex-dirigentes corais. Ele afirmou que "essas contribuições não entram no valor dinheiro, mas entram em trabalho, como contribuição". Caixeiro ainda foi além e detalhou o que falta obter para finalizar a obra do segundo campo.

"Vamos reiniciar a campanha da areia, a campanha da brita, porque, em princípio, eram 170 caminhões de areia, mas as duas laterais e a drenagem do segundo campo foram muito profundas. (...) Então vai aumentar esse número inicial de 170 caçambas de areia para 240. Aproximadamente 210 caçambas de brita, que nós vamos precisar ainda para dar continuação à plantação do gramado. Os aspersores faltam comprar, a grama falta comprar, o alambrado e a tela também faltam comprar, as duas traves, o adubo e o meio-fio (...) Isso deve estar numa faixa aproximada de R$ 350 mil".

João Caixeiro ainda situou a situação total do CT Ninho das Cobras. Hoje, o Centro de Treinamento tem, além do primeiro campo, um minicampo, para permitir trabalhos físicos sem maiores prejuízos ao campo principal; uma caixa de areia, para ações de fortalecimento físico que pediriam idas à praia; e uma academia de musculação. Nas palavras de Caixeiro, "o CT está completo na condição técnica de apoio ao atleta".

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário