GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

SPORT - ULTRAPASSANDO MARCAS

Antes de jogo contra América-MG, Guto comemora boa fase e longevidade à frente do Sport

Campeão estadual em 2019, Guto chega a sete meses de trabalho à frente do Sport (Foto: Anderson Stevens/Sport )


Técnico ultrapassará marca de Falcão e assumirá vice-liderança no ranking de maior longevidade comandando o Leão na década


213 dias ou exatos sete meses. Esse será o período de tempo que Guto Ferreira completará à frente do Sport, na próxima sexta-feira, data do jogo válido pela 23ª rodada da Série B contra o América-MG, na Ilha do Retiro. Com isso, o treinador ultrapassará Paulo Roberto Falcão, que comandou o Rubro-negro por 212 dias, como o segundo técnico mais longevo do Leão depois da primeira passagem de Eduardo Baptista, entre 2014 e 2015.

Apesar da conquista pessoal, o treinador não disfarçou que esse fato lhe traz um gosto amargo quando olha a realidade dos profissionais que passaram pelo clube. Guto colocou que é muito triste ver que vários técnicos passaram pelo Sport e não conseguiram iniciar e finalizar um trabalho ou nem ao menos colocar suas ideias no clube. 

“Fico feliz de estar conseguindo isso, mas com um pingo de tristeza por saber de que desde o Eduardo Baptista tantos treinadores passaram pelo Sport e que um clube tão grande como este não tenha conseguido começar e terminar um trabalho, com um ideia, e seguir firme nela com resultados, que pudessem manter os técnicos”, contou. 

Além disso, Guto Ferreira afirma que a sua longevidade à frente do cargo só é possível devido ao respaldo que lhe vem sendo dado. Segundo o treinador, nos seus momentos mais turbulentos, ele recebeu confiança da diretoria do Rubro-negro e dividiu os méritos pelos sete meses de trabalho com os jogadores e a comissão técnica. 

“Eu tive momentos em que as coisas não andaram como nós queríamos, mas nos momentos decisivos, nós tivemos o respaldo. A minha comemoração não é só pelos dias, mas pelo respaldo e pela confiança depositada no nosso trabalho. Sem a confiança deles (jogadores, diretoria e torcida) fica muito difícil, quando você tem respaldo, as ideias ou são acatadas ou então não tem o que fazer, pois se não houver comprometimento da parte de todos, a coisa não anda. E nós percebemos que o comprometimento vem dos jogadores, do staff e da direção. Por isso, é que conseguimos chegar a essa marca. A marca não é do Guto, mas de todos que participam do trabalho.”

Boa fase

Em paralelo com a comemoração individual, Guto também celebrou a boa fase da equipe, que chegou a sete jogos de invencibilidade na Série B, algo que possibilitou a arrancada que fez consolidou o time no G4 da competição e credenciou o Sport a participar da disputa direta pelo título da competição.  

O técnico creditou esse bom momento vivido ao amadurecimento do elenco na disputa da Série B. Segundo a equipe tem aprendido com seus erros, tentando corrigir e quando acerta, busca repetir para que as vitórias venham e os números sejam cada vez mais ampliados.  

“Eu acho que é o amadurecimento que tem acontecido. Você vai passando por coisas dentro da competição, vai aprendendo com seus erros, vai vendo o que dá certo, conseguindo repetir e buscando conquistar. Quando você consegue vencer se consegue gerar essa estatística e que eu espero que seja ampliada”, explicou.

Números

29 jogos (15 vitórias // 11 empates // 3 derrotas)
48 gols marcados
24 gols sofridos

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário