GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 16 de julho de 2020

DIA DA PADROEIRA

Dia de celebrar Nossa Senhora do Carmo, padroeira do Recife




Além da higienização de bancos e pisos, uso de álcool em gel, distribuição na entrada da Basílica, o público de cada celebração teve que ser reduzido em 30%



Com algumas modificações, devido à pandemia do novo coronavírus, a Festa de Nossa Senhora do Carmo, a padroeira do Recife, foi mantida. Na edição deste ano, com o tema "Senhora do Carmo, Saúde dos Enfermos" e o lema "Oh! Mãe, cuida deste povo que é teu!", é a primeira vez que os fiéis não irão acompanhar a tradicional procissão que sai pelas ruas da cidade há 324 anos. A imagem de Nossa Senhora do Carmo irá ficar em cima de um altar, em frente à porta principal da Basílica do Carmo, no bairro de Santo Antônio Centro do Recife. Só podem entrar na igreja fiéis que estiverem usando máscara.

No dia que marca a solenidade em homenagem a Nossa Senhora do Carmo, esta quinta-feira (16), serão celebradas cinco missas. A primeira começará logo cedo, às 5h e duas horas depois haverá a outra, às 7h. Às 9h, ocorrerá a Santa Missa Solene de Encerramento, com a presidência da cerimônia do arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido. As outras duas celebrações ocorrerão à tarde, às 12h e às 15h, e encerrarão a programação da Festa do Carmo 2020. Para participar das missas, o acesso dos fiéis continua sendo por ordem de chegada - as cerimônias também pode ser acompanhadas de casa, através de redes sociais (ver links abaixo).
A imagem da santa ficará exposta esta quinta-feira (16), dia da padroeira, para visitação ordenada de pessoas. Uma das diferenças para as outras edições da festa é que neste ano, a Basílica do Carmo está seguindo as orientações das autoridades sanitárias e também o pedido da Arquidiocese de Olinda e Recife, para evitar aglomerações de fiéis. Além da higienização de bancos e pisos, uso de álcool em gel, distribuído na entrada da Basílica, o público de cada celebração teve que ser reduzido em 30% - cada celebração comporta 50 pessoas dentro da igreja e cerca de 200 na parte externa, onde ficam as cadeiras e os bancos com o distanciamento de 1,5 metro.

"Por não haver a procissão, a santa será entronizada no trono que está sendo preparado para ela. Por isso, ela vai estar na porta central da igreja o dia todo", disse o reitor da Basílica do Carmo, frei Rosenildo Alexandre. Ainda segundo o reitor, durante o dia é comum que as pessoas façam filas para poder entrar na Basílica. 
Manto
Já as vestes que cobrem a imagem peregrina neste ano foram inspiradas na tradição carmelitana Stella Maris, que significa 'Estrela do Mar' e foi dita por São Simão Stock, que teve uma visão de Nossa Senhora em 16 de julho de 1251 e também recebeu o Escapulário da Santa. O manto, feito em partes por estrelas que representam os carmelitas, traz no centro uma pequena barca e uma estrela que representa Nossa Senhora. A peça foi bordada manualmente e possui arabescos dourados, botões de flores prateados e pedrarias na cor azul, com forro dourado. O manto foi confeccionado pelo designer de mantos Fábio Ítalo e desenhado por André Phillipe Ralph, membro da Ordem Terceira do Carmo, com doação de Roberto Gomes de Andrade.
Serviço:
Programação do feriado
Missas às 5h, 7h, 12h e 15h
Santa Missa Solene de Encerramento, às 9h
Por Gabriel Inácio

Nenhum comentário:

Postar um comentário