GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

domingo, 17 de janeiro de 2021

CAMPEONATO BRASILEIRO

Diante da Ponte Preta, Náutico busca se afastar do Z4 e romper com jejum de nove jogos

No primeiro turno, vitória sem dificuldades dos campineiros (Foto: Caio Falcão/CNC)



Sob o comando de Hélio dos Anjos, Timbu ainda não venceu fora de casa

 Buscando prolongar a sequência longe da zona de rebaixamento, o Náutico terá o desafio de superar um clube que ainda sonha com o acesso à Série A e romper o jejum de nove jogos sem vencer fora do Recife. Neste domingo, o Timbu vai a Campinas e encara a Ponte Preta, às 16h, no Moisés Lucarelli, atrás do resultado que pode deixar o Alvirrubro muito próximo de garantir a manutenção na Segundona. 

Para o confronto, o Náutico não contará com a presença de Diogo Hereda, Vinícius e Álvaro, que testaram positivo à Covid-19 na véspera da partida diante do América-MG. Além deles, Kevyn, Igor Miranda, Kieza, por terem positivado nos exames desta sexta-feira, e Rhaldney, que recebeu o nono cartão amarelo nesta edição do Campeonato Brasileiro, são ausências no esquema tático do Timbu. Por outro lado, retornam ao time Ronaldo Alves e Djavan, que cumpriram o protocolo de isolamento após a sinalização positiva à Covid-19 às vésperas do jogo contra o Paraná, há exatos 10 dias.

Sob o comando de Hélio dos Anjos, embora o time desempenhe, claramente, uma evolução no rendimento, o Náutico ainda não venceu fora de casa: em seis jogos, são quatro derrotas e dois empates. Numa perspectiva geral, a última vitória do Timbu longe dos Aflitos foi com Gilson Kleina à beira do gramado, diante do lanterna isolado da competição, Oeste - adversário na próxima semana. Sobre a preparação e a perspectiva da partida que será realizada no Moisés Lucarelli, em Campinas, Hélio analisou os fatores que aumentam o desafio alvirrubro fora de seus domínios.

“A Ponte teve 24h de descanso a mais que a gente. Nós vamos jogar às 16h. Em Campinas, o último confronto começou às 17h30 e teve parada técnica por conta do clima. Enfrentaremos tudo isso e estaremos preparados, independente da qualidade do adversário, que sabe da nossa força. Não sou de lamentar ausências, porém não contar com mais opções ofensivas, como Vinícius, é difícil”, avaliou Hélio.

Sem vencer longe dos Aflitos há nove jogos, sendo seis com Dos Anjos à beira do gramado, o Náutico busca, neste domingo, romper o longo jejum fora de casa. Com a pior campanha entre os visitantes da Série B - apenas 19% de aproveitamento -, o Timbu entrará em campo atrás da sua terceira vitória fora de casa nesta temporada da Segundona.

COMO VEM A PONTE PRETA

Há três jogos sem vencer, a Ponte Preta vive momento delicado dentro e fora de campo. Com atrasos de salários e débitos relativos a três meses de direito de imagem, férias, décimo terceiro e premiações, na semana de preparação para a partida contra o Náutico, os jogadores organizaram uma greve e se recusaram a treinar no CT da Macaca na última quarta-feira. Nesta sexta-feira, a diretoria afastou os atletas João Veras e Darnley, inicialmente por dez dias, em virtude de quebra dos protocolos sanitários em relação à Covid-19.

Ficha do jogo

Náutico
Anderson; Bryan, Rafael Ribeiro, Camutanga, Thassio; Matheus Trindade (Renan Foguinho), Djavan e Jean Carlos; Erick, Dadá Belmonte e Álvaro. Técnico: Hélio dos Anjos. 

Ponte Preta
Ygor Vinhas; Apodi, Luizão, Wellington Carvalho (Ruan Renato) e Yuri; Vinícius Z., Barreto e Camilo; Luan Dias (Guilherme Pato), Bruno Nascimento e Matheus Peixoto. Técnico: Fábio Moreno

Local: Moisés Lucarelli, Campinas-SP
Horário: 16h00
Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (ambos de MG)

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário