GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 12 de julho de 2021

CAMPEONATO BRASILEIRO

Náutico empata com a Ponte Preta nos Aflitos e mantém invencibilidade na Série B

A equipe alvirrubra tentou, mas não conseguiu sair com a vitória (Foto: Paulo Paiva/DP Foto)



Com desfalques, Timbu sofreu mais do que o normal e saiu no empate


O Náutico até que conseguiu manter a invencibilidade na Série B, mas não conquistou os três pontos. O Timbu empatou com a Ponte Preta por 1 a 1, nos Aflitos, em jogo válido pela 11ª rodada da competição. A partida marcou o encontro do último time que conseguiu vencer os alvirrubros dentro de seus domínios. Há 273 dias, a Macaca derrotava o clube pernambucano por 2 a 0, pela Série B de 2020.

O jogo

A primeira etapa começou equilibrada, com as duas equipes errando muitos passes e dando chances de avanço ofensivo do adversário. Aos três minutos, a Ponte Preta assustou com Moisés. O atacante chutou e o zagueiro Carlão tirou em cima da linha. A resposta do Náutico veio com um chute colocado de Marciel, que passou perto.

Com o passar do tempo, o time paulista passou a se impor no jogo e atacar muito. A Macaca arriscou muito de fora da área, mas sem sustos para os alvirrubros. Entretanto, em mais uma tentativa de longe, André Luiz bateu, Jefferson espalmou para frente e Moisés, livre, aproveitou o rebote para abrir o placar.

Após o gol, o Timbu tentou criar perigo, mas esbarrou na falta de criatividade e na boa marcação do adversário. Sem a intensidade de outros jogos, o time da casa terminou os primeiros 45 minutos sem obrigar o goleiro Ivan a fazer uma defesa sequer.

Segundo tempo

O Náutico voltou mostrando mais vontade dentro de campo. No intervalo, o treinador Hélio dos Anjos colocou Rafinha e Giovanny, nas vagas de Breno Lorran e Matheus Trindade, respectivamente. Com isso, o Timbu passou a ter um 4-3-3. E o ímpeto do time deu certo logo nos primeiros minutos. Jean Carlos cobrou escanteio e o zagueiro Camutanga desviou para empatar o confronto.

Com o empate, a partida voltou a ficar equilibrada. As duas equipes conseguiam trabalhar a bola e chegar ao ataque, mas pecavam no último passe. Como na primeira parte do jogo, os chutes de fora da área apareceram. Niltinho arriscou forte e Jefferson mandou para escanteio. Pouco tempo depois, Jean Carlos chutou e a bola passou perto do gol da Macaca.

Aos 31 minutos, Vinícius foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti para o Náutico. Jean Carlos foi para a cobrança, mas mandou por cima. Depois disso, a posse de bola alternou muito entre os dois times. O jogo ficou muito disputado no meio campo, mas nenhuma das equipes conseguiu chegar com perigo.

FICHA DO JOGO:

Náutico 1
Jefferson; Bryan, Carlão , Camutanga e Breno Lorran (Rafinha); Trindade (Giovanny), Rhaldney, Marciel (Guilherme Nunes) e Jean Carlos; Vinícius e Paiva (Iago Dias). Técnico: Hélio dos Anjos

Ponte Preta 1
Ivan; Kevin, Fábio Sanches, Cleylton e Felipe Albuquerque; André Luiz, Dawhan e Camilo (Thalles) (Renatinho); Richard (Josiel), Niltinho (Fessin) e Moisés. Técnico: Gilson Kleina

Local: estádio dos Aflitos
Árbitro: Jonathan Antero Silva (RO)
Assistentes: Adenilson de Souza Barros (RO) e Joverton Wesley de Souza Lima (RO)
Cartões amarelos: Marciel, aos 13’ do 2ºT; Jean Carlos, aos 35’ do 2ºT (NAU) | Dawhan, aos 45’ do 1ºT; Niltinho, aos 14’ do 2ºT; Fábio Sanches, aos 31’ do 2ºT (PPT)

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário