GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sábado, 21 de agosto de 2021

VACINAÇÃO EM PERNAMBUCO

Mutirão de vacinação contra a Covid tem alta adesão dos moradores de Olinda

O atendimento é feito por ordem de chegada, com um ponto para quem vem a pé e outro de drive-thru



O movimento é intenso na Vila Olímpica de Rio Doce, em Olinda, onde começou um mutirão de vacinação contra a Covid-19 na manhã desta sexta-feira (20). A ação, que terá 35 horas ininterruptas de aplicações, segue até as 20h do sábado (21).

O atendimento é feito por ordem de chegada, com um ponto para quem vem a pé e outro de drive-thru. Também estão sendo atendidas pessoas que fizeram o agendamento no site da prefeitura.

Já do lado de fora, é possível ver a fila quilométrica de carros e o aglomerado de gente na entrada. Também é grande a espera para se vacinar. A estudante de odontologia Gabriela Cavalcanti, 21 anos, chegou às 8h50, dez minutos antes de começar, só tomou a dose por volta das 11h.

Mesmo vendo a quantidade de pessoas na frente, ela não desistiu. "É a prioridade", disse. "Sinto um alívio e agora vou esperar a segunda dose para ficar mais tranquila ainda".

O estudante Daniel Viana, 22, também esperou mais de duas horas. Ele tinha agendado a vacinação para esta sexta-feira, mas, mesmo assim, enfrentou a fila. "Vi pessoas desistindo, mas a gente esperou tanto por esse momento que duas horinhas a mais não tem problema", comentou.

Além da imunização, há espaço para a solidariedade, com arrecadação de alimentos não perecíveis para pessoas em situação de vulnerabilidade. Na expectativa para começar a faculdade este ano, Camille Mayara da Costa, 19, aproveitou que vinha se vacinar para doar um pacote de arroz.

"Estava muito ansiosa. Desde que essa loucura começou, a gente vê a quantidade de pessoas que não conseguiram chegar até aqui. É muito emocionante para mim", disse.

O coordenador da campanha de imunização na cidade, Mário Costa, disse que não precisa de desespero. "Vamos ficar aqui até as 20h de sábado. É importante que a população venha, mas sem agonia. E, independente do mutirão, segue o agendamento normal durante a semana", ressaltou. De acordo com ele, a expectativa é aplicar 5 mil doses durante a ação.

A vacinação está disponível para toda a população com 18 anos ou mais, mas as pessoas que estão com Covid-19 ou tomaram a vacina contra a gripe comum precisam esperar 15 dias para se imunizar contra a doença do coronavírus. Para garantir a imunização, é preciso levar comprovante de residência, documento de identificação com foto e CPF.
"Para quem vai tomar a segunda dose, é interessante que se tome no prazo certo, apesar de ser mutirão. E hoje a gente tem 60 dias para a da AstraZeneca e 84 dias para a Pfizer", explicou Mário Costa.
Atualmente, 82% da população adulta de Olinda está imunizada, pelo menos, com a primeira dose. Além disso, os adolescentes com comorbidades também já começaram a tomar a vacina no município, em um ponto de vacinação exclusivo localizado no Shopping Patteo.

Por Artur Ferraz

Nenhum comentário:

Postar um comentário