GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

PERNAMBUCO É FINLISTA

TJPE é finalista do Prêmio Inovação - Judiciário Exponencial


Pelo segundo ano consecutivo, o Tribunal de Justiça de Pernambuco é um dos finalistas no Prêmio Inovação - Judiciário Exponencial, que visa reconhecer e incentivar a inovação tecnológica e de gestão na Justiça e também as soluções criadas para o enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Nesta edição de 2021, o coordenador do Instituto de Desenvolvimento de Inovações Aplicadas (IDEIAS TJPE), juiz de Direito José Faustino Macedo de Souza Ferreira, é um dos três finalistas na categoria Liderança Exponencial - Tribunal Estadual.

Em 2020, o TJPE conquistou o 3º lugar do Prêmio Inovação Judiciário Exponencial – categoria Institucional com as ferramentas Elis, TJPE Atende e com o próprio IDEIAS TJPE.

O juiz José Faustino foi indicado com mais dois representantes da Justiça Estadual: a desembargadora Denise de Souza Luiz Francoski, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC), e o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), desembargador José Laurindo de Souza Netto. 

O anúncio dos finalistas ocorreu no dia 29 de setembro, por meio de videoconferência transmitida pelo YouTube, destacando iniciativas relacionadas à melhoria dos serviços prestados em benefício da sociedade em seis categorias: i) Inovação Tecnológica, ii) Inovação na Gestão, iii) Enfrentamento da Crise, iv) Laboratórios de Inovação, v) Liderança Exponencial, e vi) Executivo de TI Inovador. 

“Ser finalista pelo segundo ano consecutivo já é um prêmio para o TJPE, para Esmape e especialmente para o recém criado IDEIAS. Uma oportunidade para agradecer a todos que acreditaram nesse projeto e instalaram o Instituto. Também é um reconhecimento ao trabalho coletivo feito por todos os nossos magistrados e servidores, que colaboram conosco, e acreditam no poder da inovação para transformar a Justiça e impactar vidas”, declara o juiz José Faustino Macedo de Souza Ferreira.

O IDEIAS TJPE é um projeto desenvolvido pelo Tribunal em parceria com a Escola Judicial (Esmape), para propiciar a gestão do conhecimento e da inovação, com a participação dos atores internos, parceiros e usuários da justiça, por meio da aplicação de técnicas e processos de gerenciamento, pesquisa e ensino. A concepção do Instituto foi inspirada em programas como o Agência de Inovação Reino Unido; o MIT Media Lab, do Laboratório do Massachusetts Institute of Technology – EUA; e o iJuspLab, do Laboratório de Inovação da Justiça Federal de São Paulo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário