GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 7 de outubro de 2021

SANTA CRUZ - A BRONCA CONTINUA

Conselheiro do Santa Cruz fica perto de reunir assinaturas para impeachment de Joaquim Bezerra

Joaquim Bezerra corre o risco de sofrer impeachment (Foto: Camila Florêncio/Santa Cruz)



De acordo com o estatuto do Santa Cruz, para afastar preventivamente o presidente por 60 dias, devem ser recolhidas 1/4 das assinaturas


Em paralelo ao pedido de convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) no Santa Cruz, o conselheiro Rui Monteiro tem recolhido assinaturas para dar início ao processo de impeachment do presidente Joaquim Bezerra. De acordo com o estatuto do clube, para afastar preventivamente o líder do executivo por 60 dias, devem ser recolhidas 1/4 das assinaturas, o que representa aproximadamente 120 conselheiros.

Rui Monteiro revelou que a quantidade já foi atingida e que até o final da próxima semana todas as assinaturas serão recolhidas. O documento será encaminhado ao presidente do Conselho Deliberativo do Santa Cruz, Marino Abreu, que terá que colocar o assunto em pauta e abrir o processo de impeachment. Assim, Joaquim Bezerra seria afastado imediatamente do cargo por 60 dias, período estipulado para a realização de uma defesa.

“Marino (Abreu) está em comunicação com a gente. Apesar dele deixar claro que não é a favor do impeachment, não está dificultando o processo, uma vez que os conselheiros, dentro do processo democrático, estão querendo avançar nesse quesito. Em paralelo ao pedido da AGE, a gente está recolhendo as assinaturas para chegar a 1/4, respaldados pelo artigo 41 do estatuto”, explicou Rui Monteiro.

“Os beneméritos, em sua grande maioria, são pessoas idosas e que não tem uma grande disponibilidade de sair para uma reunião e assinar. Então, basicamente, teremos que recolher essas assinaturas em domicílio. Eu acredito que até o final da próxima semana a gente já esteja com todas as assinaturas para encaminhar ao presidente do Conselho Deliberativo”, completou Rui.

Joaquim Bezerra sendo afastado preventivamente do cargo por 60 dias, quem assume a presidência do Santa Cruz de forma interina é Marino Abreu. No período, o Conselho Deliberativo formará uma comissão para analisar se há fundamento nas acusações dos conselheiros, que alegam como temerária a gestão do atual presidente. Caso as queixas sejam confirmadas, Joaquim sofrerá impeachment oficialmente e uma nova eleição será convocada.
 
RENÚNCIA

Considerando todo o desgaste do processo de impeachment, Rui Monteiro acredita que Joaquim Bezerra pode renunciar ao cargo. “Se tiver um pouco de bom senso, ele renuncia. Porque é um processo muito desgastante, seria o primeiro presidente da história do clube a sofrer um impeachment, podendo comprometer até o título de benemérito dele”, disse.

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário