GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quarta-feira, 24 de novembro de 2021

NÁUTICO - COMBATE AO ASSÉDIO SEXUAL

Em meio a caso de importunação sexual, Náutico fecha parceria com consultoria para combater assédio

Clube alvirrubro passa por crise interna na última semana (Foto: Tiago Caldas/CNC)



Empresa Women Friendly é especializada em combater esse tipo de crime


Nos últimos dias, o Náutico vem vivendo uma crise interna graças às denúncias de importunação e assédio sexual de um profissional do clube. Depois de soltar uma nota oficial na última segunda-feira, o Timbu anunciou nesta tarde uma parceria com uma empresa de consultoria especializada em combater esse tipo de crime, chamada Women Friendly.

A consultoria já atendeu a clientes de várias áreas, e o primeiro passo com o Alvirrubro será a intervenção de treinamentos e ajustes no código de ética junto à liderança do clube.

 "Um dos principais objetivos deste acordo entre Women Friendly e Náutico será ajudar na segurança de funcionárias, torcedoras ou qualquer outra mulher que faça uso das dependências do Náutico na prevenção ao assédio sexual. Isso será feito através da criação de processos que ajudem a educar e identificar e punir casos de assédio que possam vir a surgir", afirmou o clube em comunicado.

 Veja a íntegra da nota oficial do Náutico

 O Clube Náutico Capibaribe firmou, nesta quarta-feira (24), uma importante parceria que visa combater o assédio sexual nas dependências do clube e na torcida. O Timbu contratou a Women Friendly, empresa especializada em treinamentos, canais de apoio e consultoria para prevenir e combater o assédio ou qualquer outra importunação sofrida por mulheres em organizações e entidades. O objetivo é desenvolver um plano de ações integradas que permitam o clube receber a certificação anual da Women Friendly de boas práticas no combate ao assédio.

A Women Friendly está no mercado desde 2017 e já atendeu clientes como a operadora de telefonia Tim, a farmacêutica alemã Bayer, a mineradora Vale, Chesf, Rede Camarada Camarão. Além disso, a empresa atua em eventos como Carvalheira na Ladeira e No Ar Coquetel Molotov, ambos no ramo de festas.

“Já impactamos mais de 150 mil pessoas através da nossa atuação em espaços privados de diversos segmentos. Quando se passa mais de oito horas em média em um ambiente, como o de trabalho, é impossível pensar em sustentabilidade sem olhar para o respeito das relações existentes”, afirma Ana Addobbati, co-fundadora.

O primeiro passo desta consultoria será a intervenção de treinamentos e ajustes no código de ética junto à liderança do Clube e, em seguida, a liderados para que todos saibam identificar comportamentos assediadores e intervenham prontamente. Em seguida,  vai-se instalar um canal de denúncias e acolhimento com o objetivo de identificar casos de assédio ocorridos nas dependências do Náutico, seja em partidas nos Aflitos ou no dia-a-dia do clube. Será uma ouvidoria independente, coordenada e executada externamente ao clube, sem envolvimento de diretoria e outros membros da equipe, com o objetivo proporcionar a maior isonomia possível em todo o processo.

”Atuamos com um sistema em que as vítimas e situações são analisadas sem a interferência das relações de poder daquele estabelecimento e olhando para o que diz a lei brasileira”, completa Nathalia Waldow, advogada e co-fundadora.

Um dos principais objetivos deste acordo entre Women Friendly e Náutico será ajudar na segurança de funcionárias, torcedoras ou qualquer outra mulher que faça uso das dependências do Náutico na prevenção ao assédio sexual. Isso será feito através da criação de processos que ajudem a educar e identificar e punir casos de assédio que possam vir a surgir.

DP


Nenhum comentário:

Postar um comentário