GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sábado, 15 de janeiro de 2022

SANTA CRUZ - CRITICANDO O GOVERNO

Diretor patrimonial do Santa Cruz critica redução de público nos estádios de Pernambuco: "Um absurdo"

Estádio do Arruda só poderá receber até 3 mil torcedores na estreia do Santa Cruz (Foto: Paulo Paiva/Esp. DP Foto)



Theodorico Silva acredita que o futebol deveria ter sido contemplado de outra maneira pelo governo do estado


Contrariando as determinações feitas pelo governo, o dirigente coral acredita que o reduto tricolor poderia receber uma quantidade de torcedores bem acima do que foi estipulado. Theodorico salientou os custos de reforma e de operação do estádio em dias de jogos para justificar seu posicionamento. 

Às vésperas da abertura do Campeonato Pernambucano, o Santa Cruz tem um encontro marcado com a sua torcida e com o estádio do Arruda. Porém, de uma maneira diferente do que se esperava. Com as novas medidas anunciadas pelo governo de Pernambuco, a capacidade de público nos jogos de futebol profissional foi reduzida para o máximo de 3 mil pessoas ou 50% da capacidade total do estádio (o que for menor). Theodorico Silva, diretor patrimonial da Cobra Coral criticou a medida. 

“Achamos um absurdo diminuir tanto o percentual de público permitido. Acredito  que o futebol deveria ter sido contemplado de uma forma diferenciada, já que os estádios de futebol têm muito mais espaço do que shows, bares, restaurantes, etc”, declarou com exclusividade à equipe de reportagem do Esportes DP.

“O Arruda comportaria 20 mil pessoas tranquilamente. Só para reabrir o estádio, nós gastamos, no mínimo, R$ 60 mil. Se eu tiver um público de 3 mil pessoas a R$ 20, eu só pago o valor investido na reforma, sem contar os custos operacionais em dias de jogos. Espero que o governo reveja isso e libere uma quantidade maior de torcedores”, inferiu.

As atuais medidas estão estarão em vigor até o dia 31 deste mês, motivadas por um aumento significativo nos casos de Covid-19 e H3N2 no estado. 

ESTÁDIO QUASE PRONTO

Atrapalhado pelas fortes chuvas no Recife, a reforma do Arruda está nos seus ajustes finais, mas sofreu um pequeno atraso. O diretor patrimonial coral trouxe detalhes.

“Esses últimos dias fomos surpreendidos com a quantidade de chuva, atrapalhou a pintura da arquibancada. Estamos trabalhando para deixar pronto para, no máximo, dia 22 (próximo sábado). Está tudo bem encaminhado. Estruturalmente está tudo certo, não temos nenhum problema. Concluímos laudos de engenharia e o estádio não tem nenhum problema que seja muito relevante”, pontuou.

Inicialmente, apenas o anel inferior do estádio será aberto, com os camarotes, cadeiras e as sociais. 

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário