GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quarta-feira, 6 de abril de 2022

CASO SPERANÇA

Viúva Ana Terezinha Zanforlin confessa participação na morte do marido assassinado em 2010

O júri, iniciado nessa terça-feira (5), acontece no Fórum Thomaz de Aquino, na área central do Recife



Durante depoimento no júri popular, nesta quarta-feira (6), a psicóloga Ana Terezinha Zanforlin Sperança confessou participação na morte do marido, o dentista e professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Paulo Augusto Sperança, morto a facadas aos 53 anos no consultório psicológico da esposa, no bairro da Torre, Zona Oeste do Recife, em agosto de 2010. 

O júri, iniciado nessa terça-feira (5), acontece no Fórum Thomaz de Aquino, na área central do Recife e é presidido pelo juiz Abner Apolinário.

"Eu errei. Eu fiz parte desse crime, sim. Não vou negar mais. [...] Chega de negar, chega", afirmou Ana Terezinha durante depoimento. 

Em 2012, dois homens que mataram o professor e confessaram o crime, Adolfo Berto Soares, de 40 anos; e José Amaro de Souza Filho, de 45 anos, foram condenados a 18 anos de prisão.

 

Paulo Augusto Sperança foi assassinado em 2010 | Foto: Reprodução TV Globo

Ana Terezinha e a advogada Adriana Lima Castro são acusadas de serem as mandantes intelectuais do crime.


Por Portal Folha de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário