GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sexta-feira, 15 de abril de 2022

NOVA GESTÃO

José Mauro Coelho assume Presidência da Petrobras: 'Importante missão'

crédito: epe.gov/Divulgação


Em cerimônia de posse transmitida ao vivo nesta quinta-feira (14), José Mauro Ferreira Coelho assumiu a presidência da Petrobras.

Coelho foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para ocupar o posto deixado pelo general Joaquim Silva e Luna, que ocupou a cadeira durante um ano. O agora presidente da estatal foi aprovado para o Conselho de Administração em votação realizada na quarta-feira (13), formalidade necessária para poder ser votado ao cargo de presidente da estatal.

“Agradeço ao presidente Bolsonaro pela confiança em mim depositada, e pela indicação para ocupar tão honroso cargo”, disse José Mauro Coelho ao tomar posse. "A Petrobras é uma das maiores empresas de petróleo do mundo. Trabalharei com toda a dedicação e afinco para bem cumprir essa importante missão."

Estiveram presentes na cerimônia também o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Rodolfo Henrique de Saboia; e o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

O novo presidente elogiou a gestão da estatal, afirmando que as mudanças implementadas desde 2017 reduziram a dívida bruta da empresa de 160 bilhões de dólares em 2014 para 60 bilhões em 2021. Coelho também citou os planos de crescimento para Petrobras para os próximos cinco anos.

“Trabalharemos como disse hoje na reunião do Conselho com aderência ao nosso plano estratégico 2022/2026. Continuaremos maximizando o valor do nosso portfólio, priorizando os investimentos de exploração e a produção da importante província do pré-sal”, afirmou o recém-empossado presidente,

Em votação complicada na quarta-feira, que contou com erros no somatório de votos, os acionistas minoritários da Petrobras conseguiram ainda ampliar sua participação no Conselho de Administração, aumentando o total de assentos dos representantes dos fundos de investimentos de três para quatro. Por isso, a participação da União — acionista majoritária da estatal — caiu de sete para seis representantes no Conselho.

A votação também aprovou o nome de Márcio Weber para a presidência do Conselho.

“Os desafios que você terá pela frente serão grandes e complexos. Entretanto, seu currículo e sua experiência na indústria de óleo e gás o credenciam de forma destacada para assumir o comando de nossa empresa”, disse Weber ao novo presidente da estatal em sua posse.

A definição do nome de José Mauro Ferreira Coelho para presidir a estatal alivia um pouco a pressão sobre as ações da empresa, que passou por período conturbado após a demissão de Silva e Luna. O empresário Adriano Pires e o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, foram indicados ao cargo, mas desistiram, alegando conflitos de interesse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário