GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sexta-feira, 13 de maio de 2022

SEM RETORNO

Após indenização, moradores das palafitas do Pina não poderão voltar a morar no local

Incêndio no Pina - Foto: Alexandre Aroeira/Folha de Pernambuco


A decisão, anunciada nesta quinta-feira (12), foi tomada em comum acordo entre a comissão que representa a comunidade e a Prefeitura do Recife



Após pagamento de indenização, as 180 famílias moradoras das palafitas do Pina, na Zona Sul da capital pernambucana, não poderão voltar a morar no local. A decisão, anunciada nesta quinta-feira (12), foi tomada em comum acordo entre a comissão que representa a comunidade e a Prefeitura do Recife.

A gestão da cidade garantiu construir um espaço de convivência para a população local e pagar o auxílio pecúnia, no valor de R$ 1.500, e o auxílio-moradia de R$ 200, que serão repassados a partir de junho para todas as famílias que vivem no local, independente de terem sido afetadas diretamente ou não pelo incêndio que ocorreu na última sexta-feira (6).

“A gente vai construir uma solução definitiva com diálogo e participação ativa dos moradores. Todas as ações de assistência, de saúde e de demais secretarias com atuação no território vão permanecer. Nossa equipe segue toda mobilizada e trabalhando, com muito diálogo e tomando as decisões. Com participação, a gente vai conseguir construir os melhores caminhos”, afirmou o prefeito do Recife, João Campos.

Em paralelo aos auxílios, a Prefeitura do Recife garantiu a continuidade dos mutirões de serviços públicos de Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos. Na tarde desta quinta-feira (12), haverá entrega de cestas básicas e colchões aos moradores.

Nesta sexta-feira (13), equipes da Secretaria de Saúde e do serviço do Cadastro Único (CadÚnico) também estarão à disposição da população, buscando ofertar consultas médicas, vacinas e atendimentos de saúde bucal, encaminhamentos para emissão de documentação e outras iniciativas, bem como inclusão em programas sociais do Governo Federal. Também foi garantido o direcionamento da população para programas sociais do município.
Técnicos da Autarquia de Urbanização do Recife (URB) realizarão, nos próximos dias, vistorias técnicas nas casas de alvenaria que ficam no local para identificar eventuais benfeitorias a serem indenizadas. 

Representantes das Secretarias de Governo e Participação Social (Segov), Secretaria de Política Urbana e Licenciamento (Sepul), Secretaria Executiva de Defesa Civil (Sedec), Secretaria de Administração (SAD) e Secretaria Desenvolvimento Social, Juventude, Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos (SDSJPDDH) reiteraram o objetivo de construir um espaço de convivência para a comunidade, que envolva economia criativa, educação, cultura e geração de emprego e renda, reforçando a vocação econômica pesqueira da localidade.

Por Portal Folha de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário