GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quarta-feira, 14 de setembro de 2022

NÁUTICO - 14 ANOS SEM VENCER O VASCO

Há exatos 14 anos, Náutico conquistava sua última vitória contra o Vasco em São Januário

Alvirrubros comemoram resultado na Série A de 2008 (Foto: Celso Ávila/Futura Press/D.A Press )


Timbu busca repetir feito da partida de 2008 na próxima rodada da Série B


O Náutico viajará até o Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco da Gama nesta sexta-feira (16), às 19h, em partida válida pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Precisando pontuar para seguir lutando contra o rebaixamento, os comandados de Dado Cavalcanti podem se inspirar na última vitória do Timbu em São Januário. A partida aconteceu exatamente 14 anos atrás, quando os alvirrubros venceram por 3 a 1. 

O jogo do dia 14 de setembro de 2008 foi válido pela Série A do Campeonato Brasileiro. Comandados por Roberto Fernandes, os recifenses não tomaram conhecimento do Vasco, que contava com nomes como Edmundo, Leandro Amaral e Alex Teixeira. Esse último era uma das revelações do clube carioca e retornou em 2022 ao time para a disputa da Série B. O Náutico também tinha grandes jogadores no elenco, como Kuki e Geraldo. 

Aos 16 minutos de jogo os pernambucanos abriram o placar. Clodoaldo completou cruzamento de Kuki já na grande área para marcar o primeiro gol da vitória. Os donos da casa responderam rapidamente e empataram com uma cabeçada de Leandro Amaral. Mas já aos 35 da segunda etapa saiu o segundo do Timbu. E foi um golaço. William fez uma jogadaça, chapelando a marcação e cruzou para o lateral-direito Ruy Cabeção completar. 

E nos acréscimos ainda deu tempo para ampliar. Aproveitando um contragolpe veloz, o Náutico avançou com facilidade trocando passes até a bola chegar para o atacante Felipe, outro com grandes momentos com a camisa alvirrubra. Ele não perdoou e deu números finais ao jogo. Desde então aconteceram mais seis jogos tendo o Vasco como mandante, somando quatro vitórias cruzmaltinas e dois empates. 

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário