GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 20 de outubro de 2022

INVESTIMENTO

Pernambuco vai criar 613 novas vagas de trabalho com R$ 99,9 milhões de investimentos

120ª Reunião do Condic - Foto: Antonio Holanda


Projeções foram anunciadas na Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco durante o Condic e contabilizam empreendimentos beneficiados pelo Prodepe e Proind



R$ 99,9 milhões em investimentos foram aprovados para o Estado de Pernambuco durante a 120ª reunião do Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e Serviços (Condic). Além do aporte, foram anunciadas a criação de 613 novas vagas de trabalho futuras em todo território.

Entre os empreendimentos com destaque nos maiores investimentos na Região Metropolitana do Recife, estão a Salmeron Energia Renovável, Indústria Brasileira de Lonas (Lonax), Epitácio Pescados, Charrua Alimentos, Marmorart, DLW Indústria e Comércio, Indústria Comércio e Serviços JGE, VNM Sucatas e Tintas Beta.

No interior, os principais aportes ficaram por conta da Combrita Indústria de Artefatos de Concreto (Petrolina), Hoxnor Embalagens (Petrolina), Indústria de Aço Pontual (Caruaru), LP Fabricação de Especiarias (Garanhuns), Nordeste Indústria e Beneficiamento de Trigo (Bezerros), Unicaixas (Bezerros), Agro Indústria Vitória (Vitória de Santo Antão), Vascofel Comércio de Ferragens (Caruaru), Galpão Temper Indústria de Vidros (Vitória de Santo Antão), 4Tex Indústria (Caruaru) e Alecon (Glória do Goitá).

Os números representam investimentos de 27 empresas beneficiadas pelo Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe) e pelo Programa de Estímulo à Indústria do Estado (Proind).

Do total das 613 oportunidades360 são na Região Metropolitana do Recife (RMR) e 253 no interior do Estado. A 120ª reunião anunciou investimentos em 13 municípios, sendo 8 no interior (Belo Jardim, Bezerros, Caruaru, Garanhuns, Paudalho, Petrolina, Vitória de Santo Antão e Glória do Goitá) e 5 na Região Metropolitana (Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes, Abreu e Lima, São Lourenço da Mata e Olinda).

De acordo com o presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), Roberto Abreu e Lima, o objetivo é fazer com que todas as regiões pernambucanas possam receber algum empreendimento para geração de negócios.

“Nossa política de atração de investimentos que vai do litoral ao sertão. Seguimos no propósito de ampliar e descentralizar a produção industrial do Estado”, conta Roberto Abreu e Lima.

Importação
A reunião do Condic também determinou sinalização favorável para 14 projetos de importação no Estado. Na ocasião, as importações anuais previstas chegam a R$ 647 milhões. Entre as empresas com projetos de importação aprovados estão Basf Poliretanos, Comercial Casa dos Frios, D&A Decoração e Ambientação, DLW Indústria e Comércio, Garra Atacadista e WMS Supermercados do Brasil.

Distribuição
O Condic aprovou ainda a instalação de 12 Centrais de Distribuição com incentivos do Estado. As ações vão gerar R$ 245 milhões entre compras e transferências anuais previstas. Entre as centrais autorizadas, estão Astra S.A., Dismap - Produtos para a Saúde, Esposende, Goldmedic e Macena Material de Construção.

Por Matheus Jatobá

Nenhum comentário:

Postar um comentário