GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sábado, 5 de novembro de 2022

PREVISÃO DO TEMPO

Defesa Civil alerta para chuvas intensas no Norte e Nordeste

Foto: Mandy Oliver/Esp.DP


A Defesa Civil Nacional alertou nesta sexta-feira (4) para a previsão de chuvas intensas em estados das regiões Norte e Nordeste entre hoje e sábado (5). Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Amapá, Pará, Tocantins, Ceará, Maranhão, Piauí, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia deverão ser os estados mais afetados.

De acordo com o Inmet, os acumulados de chuvas podem chegar a 100 milímetros por dia, com ventos de até 100 quilômetros por hora. Com isso, há risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Segundo a Defesa Civil, o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) comunicou as defesas civis estaduais do risco e opera com equipes de plantão para acompanhar o registro de qualquer ocorrência significativa.

Autoproteção
A Defesa Civil Nacional ressalta que a população deve adotar medidas de autoproteção, como desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia. Em caso de enxurrada, documentos e objetos de valor deve ser colocados em sacos plásticos. Já em situação de grande perigo confirmada, a população deve procurar abrigo e evitar permanecer ao ar livre.

Nos casos de rajadas de vento, a Defesa Civil Nacional recomenda que as pessoas não se abriguem debaixo de árvores, porque há risco de queda e descargas elétricas, além de não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.

Alertas
A Defesa Civil Nacional orienta os moradores das regiões de risco a se inscreverem nos serviços de alerta, enviando um SMS com o CEP do local onde mora, ou outro local de interesse, para o número 40199.

Não há limite de locais cadastrados e o serviço é totalmente gratuito para a população. A partir da previsão de desastre, a população receberá um aviso contendo informações de risco e orientações para a autoproteção.

Por: Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário