GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 12 de janeiro de 2023

SANTA CRUZ - PROVOCAÇÃO

Atacante do Santa Cruz Hugo Cabral usa termo pejorativo para provocar o Náutico antes do clássico no Pernambucano

"Hoje não foi um bom dia para mim, mas a 'Barbie' vai pagar no domingo", provocou Hugo


Após o empate com o Afogados, meia-atacante coral recorreu ao termo homofóbico 'Barbie' para cutucar os rivais alvirrubros, rivais no domingo


Rivalidade é natural e inerente ao ambiente do futebol. Porém, vez ou outra, há episódios de excessos dentro e fora de campo, que fogem às quatro linhas e as regras do bom convívio em sociedade. Episódios que confundem preconceitos e discriminações contra minorias, com o que deveria ser apenas uma provocação sadia e respeitosa. Um desses episódios problemáticos aconteceu nesta quinta-feira, no Arruda, vindas do meia-atacante Hugo Cabral do Santa Cruz, que usou um termo pejorativo para reproduzir uma expressão homofóbica ao provocar o Náutico, rival do próximo domingo pelo Pernambucano.

A fala se deu em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal, logo após o empate contra a equipe do Afogados. Jogo em que Hugo Cabral, sempre decisivo pelo Tricolor desde a última Série D, não fez uma boa atuação e acabou vaiado ao sair de campo. Após fazer uma autocrítica sobre o seu desempenho, acabou provocando os adversários, clube onde já atuou em 2013.

“Vamos levar esse jogo (com o Afogados) de aprendizado. A gente sabe que dentro de casa temos que ser fortes e conseguir as vitórias. Então, vamos para o próximo jogo no clássico. Hoje não foi um bom dia para mim, mas a ‘Barbie’ vai pagar no domingo”, provocou o jogador.

Questionado sobre a declaração de Hugo Cabral na entrevista coletiva, o técnico Ranielle Ribeiro preferiu não comentar antes de tomar conhecimento do que foi dito pelo jogador. Mas alertou que não compactua com a falta de respeito contra os adversários.

“Eu não posso falar, porque eu não ouvi. É claro que toda e qualquer declaração, para qualquer adversário, pode ser feita. Mas com respeito ao adversário, com cuidado para não inflamar o extra, principalmente a nível de torcedores”, disse o treinador, antes de reiterar.

“Eu quero ver primeiro a declaração para depois pontuar. Sabemos que ele tem esse lado dele, que às vezes, ou não, pode sair um pouquinho da linha. Mas, como falei, toda e qualquer declaração tem que ter respeito, sempre”, concluiu Ranielle.

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário