GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

domingo, 16 de julho de 2023

MORTE NO INCÊNDIO

Idoso de 72 anos morre vítima de incêndio na Avenida Presidente Kennedy, em Olinda

Incêndio atingiu casa e loja na Avenida Presidente Kennedy                                                                                                                                                                                             - Foto: Arthur de Souza/ Folha de Pernambuco




Chamas atingiram a casa e a oficina de equipamentos eletrônicos do idoso



Um idoso de 72 anos morreu na madrugada deste domingo (16), após um incêndio atingir a casa onde morava na Avenida Presidente Kennedy, no bairro de São Benedito, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife.

As chamas também alcançaram a oficina de equipamentos eletrônicos que fica ao lado do imóvel e que pertencia ao senhor que veio a óbito. As causas e a origem do incêndio ainda não foram confirmadas.

Identificado como Erivan do Nascimento Lima, mas conhecido por todos da região como Seu Marcos, o idoso morava com a neta, identificada como Aline, o marido dela, identificado como Alisson, e a filha do casal, de 3 anos de idade, bisneta de Seu Marcos.

A neta e a bisneta não estavam em casa no momento do incêndio porque tinham ido ao aniversário de um familiar. O marido de Aline estava na residência e também foi surpreendido pelas chamas. Ele dormia e acordou com o incêndio já tomando conta da casa.

Segundo o depoimento de testemunhas, ele tentou ajudar o idoso a se salvar mas não conseguiu. “Ele está muito abalado”, comentou Dona Mariluce da Silva, cunhada de Seu Marcos. Muitos parentes do idoso moram na mesma região e o sentimento de comoção toma conta dos arredores. 

A família acredita que o incêndio ocorreu devido a um curto circuito em um ventilador. “O problema que deu ontem foi o ventilador que queimou, que deu curto circuito. Ele estava dormindo, o genro [marido da neta] dele também estava dormindo. A neta dele e a bisneta tinham ido para a casa da irmã, que foi o aniversário do menino dela, aí elas foram lá para comemorar o aniversário”, contou Mariluce. 

“Ele foi dormir, o marido da neta foi dormir, e aí foi que aconteceu. Alison se acordou com aquele pipoco, ele se levantou e o fogo já tinha tomado conta da casa. Alison estava no primeiro quarto, conseguiu quebrar a janela e saiu, só que o meu cunhado não saiu porque o segundo quarto que ele estava é de basculante e ele não tinha como sair, não tinha como ele passar para a sala para sair. Ele se enrolou no lençol, pensando ele que ia se proteger do fogo e foi pior”, lamentou. 

Seu Marcos morava há muitas décadas na mesma região e há 10 anos morava de aluguel na casa que pegou fogo nesta madrugada. Segundo familiares e amigos, ele sempre trabalhou com conserto de equipamentos eletrônicos.

“Ele consertava televisão, som, e sempre botava o CD no som para o pessoal escutar. Era uma ótima pessoa, não mexia com ninguém. As meninas estão arrasadas, as filhas, as netas, porque depois que a minha irmã faleceu foi triste demais.” A irmã de Mariluce era esposa de Seu Marcos e faleceu em decorrência de um câncer.  

O idoso era muito querido por amigos e vizinhos. “A gente se conhece desde menino. Todo mundo aqui era amigo dele. Ninguém falava mal dele. Ele era fora de série, vai deixar muita saudade”, comentou Clóvis Ribeiro, aposentado e amigo de Seu Marcos.

O motorista de aplicativo Paulo Messias, de 37 anos, tentou ajudar a conter as chamas e destacou o carinho que os vizinhos tinham pelo idoso.

“Eu já me acordei com a turma arrombando [a casa para tentar salvar o idoso], abri a grade também, tentei ajudar os meninos. A gente pegou água, mas o fogo se alastrou muito rápido e não deu não. A gente chamou, tentou arrombar, fez tudo, mas infelizmente foi rápido demais. Conheço ele desde pequeno, ele bota o som dele aí, infelizmente é uma fatalidade. Ele era uma ótima pessoa, acho que ninguém aqui tem o que falar dele”, ressaltou. 

A dona de casa Maria Auxiliadora, de 59 anos, vizinha do idoso, emocionou-se ao lembrar do amigo. Ela soube do incêndio no começo da madrugada.

“Eu estava dormindo, o vizinho começou a gritar, me chamando, me chamando, era umas meia-noite e meia. Quando eu corri, já estava o fogo dentro da casa. O marido da neta dele conseguiu sair, disseram que ele pulou a janela, arrudiou e conseguiu pular por uma parte que arrombaram. Ele [Seu Marcos] ficou lá dentro do quarto e ninguém conseguiu entrar. Quando entraram o fogo já estava muito alto e quando o bombeiro chegou já estava o fogo incendiando tudo”, contou. 

“A neta tinha ido para o aniversário e quem estava aí era o marido da neta, que estava dormindo, fazendo companhia a ele. Quando alguém saia, ele não ficava só, ele ficava sempre com alguém. Ele ficava aqui até tarde, até meia-noite, uma hora. Eu o conheço há muitos anos. É muito triste isso. Foi muito fogo, muito fogo mesmo”, completou. 

Em nota, o Corpo de Bombeiros informou que foi acionado por volta de 01h22 desta madrugada. Cinco viaturas foram deslocadas para o local, dentre elas, veículos de combate a incêndio, resgate, salvamento e comando operacional.

“Nossas equipes atuaram no combate às chamas que se propagaram por todo o ambiente da residência. A parte estrutural foi comprometida e o telhado acabou despencando, o que dificultou o acesso ao imóvel. Uma vítima, de sexo masculino e cerca 70 anos, foi encontrada em óbito num dos quartos. A ocorrência foi finalizada, por volta das 03h30”,  comunicou o Corpo de Bombeiros.

Segundo a corporação, a Defesa Civil e a Neoenergia foram acionadas, além da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Instituto Médico Legal (IML).

Por Jaqueline Fraga

Nenhum comentário:

Postar um comentário