GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 20 de julho de 2023

NÁUTICO - CONTRA A HOMOFOBIA

Time da Barbie? Náutico solta vídeo em combate ao preconceito

O apelido de Barbie é usado de forma pejorativa pelos rivais do Náutico (Foto: Reprodução/ Redes sociais)


Clube alvirrubro traz a discussão sobre machismo e homofobia no futebol


Um dos filmes mais esperados do ano, Barbie estreia hoje nos cinemas de todo o Brasil. O longa da boneca mais famosa do mundo vem mobilizando pessoas há meses, e não estranhe se você ver a cor rosa mais do que o normal no dia de hoje. Aproveitando-se do caso, o Náutico fez uma ação para combater males que assolam o nosso futebol: O machismo e principalmente a homofobia.

O “apelido” de Barbie ainda hoje é atribuído ao clube alvirrubro de forma pejorativa pelos torcedores rivais do clube, em um tom que carrega bastante preconceito. Em suas redes sociais, o Náutico postou um vídeo mostrando que não há problema algum ser chamado de Barbie, reforçando que o uso do termo para causar algum constrangimento ou piada já está bem ultrapassado na sociedade.

No futebol nordestino, termos que fazem alusão a homofobia e machismo são recorrentes entre torcidas rivais. Entretanto, os clubes vêm acompanhando a evolução da discussão sobre os termos, mostrando medidas maduras para lidar com estas situações. No Ceará, o apelido “kanal” foi apropriado pela direção do clube, chegando a ser o nome de um dos uniformes na temporada passada. Já o fortaleza tem uma mascote leoa chamada Stella, nome anteriormente usado também para destilar preconceito. O nome foi escolhido por votação popular. 

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário