GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

terça-feira, 18 de julho de 2023

SANTA CRUZ - DESESPERO TRICOLOR

Nacional briga pela 'liderança' e Campinense 'honra'; o que o Santa Cruz se apega nos jogos paralelos

Santa Cruz irá precisar vencer e torcer contra o Potiguar-RN e o Pacajus-CE (Foto: Nacional-PB/ Divulgação e Isaac Falcão/ Campinense)


Na matemática Tricolor, não basta apenas vencer o Iguatu-CE, ainda terá que torcer por no mínimo um empate do Canarinho ou da Raposa


Matemática Tricolor. O Santa Cruz não depende apenas de si para se classificar ao mata-mata da Série D. Com o empate do último domingo (16), tornaram-se o Potiguar de Mossoró e o Pacajus-Ce, definitivamente, os principais adversários do Santa Cruz na briga pela classificação à próxima fase. Diante disso, não basta apenas o Mais Querido vencer o Iguatu-CE, ainda terá que torcer por um resultado positivo ou pelo menos de um empate do Nacional de Patos ou do Campinense.

Com um jogo de antecedência do fim da primeira fase, o Nacional de Patos pode, enfim, respirar aliviado, uma vez que já garantiu a classificação para o mata-mata. Mas se engana, quem pensa que o  Canarinho irá fazer “corpo mole”, na última rodada, contra o Potiguar-RN. Para o Alviverde, apenas uma vitória garante que a equipe possa se manter nas primeiras posições, e consequentemente, confirma vantagem de decidir em casa o duelo eliminatório na 2º fase da competição. Em caso de empate, o clube teria que torcer para que o Pacajus não vença.

Em busca da matemática coral, o Tricolor do Arruda contará com ajuda de um velho conhecido do futebol pernambucano - o experiente volante Moreilândia, que acumulou diversas passagens no Salgueiro. Diante disso, o capitão do Nacional de Patos garante que o elenco está focado em conquistar a vitória na última rodada, uma vez que o clube ainda sonha com a liderança da chave.“A expectativa é a melhor possível para esse confronto, nossa equipe está focada para esse jogo diante o potiguar, independente de conseguirmos a classificação nesta rodada passada. Estamos com o pensamento no Potiguar-RN que é nosso próximo adversário e vamos em busca da liderança para decidirmos em casa junto do nosso torcedor”, destacou o volante.

Por outro lado, o Santa Cruz depende do Campinense que não tem mais chance  de se classificar para o mata-mata da Série D. A Raposa terá um 2024 sem série nacional para disputar no segundo semestre. Em vista disso, o Rubro-negro Paraibano parece conviver com uma espécie de dembada do elenco, que tem com saídas diariamente de jogadores. Apesar disso, a equipe raposeira  engatou a segunda vitória consecutiva nesta reta final de primeira fase.

Para o pernambucano Dico Woolley , técnico do Campinense, o clube encara essa última partida com seriedade, prezando principalmente pela honra da instituição.“A expectativa é de jogar bem, de vencer o jogo. Feito fizemos nessas últimas duas partidas. Vínhamos falando bastante sobre isso de que independente de ter chance de classificação ou não, que a gente ia lutar até o final. Sabemos que foi uma temporada onde o Campinense, o grupo de jogadores e comissão ficou devendo para nossa torcida. Então, temos que terminar da melhor maneira possível, correndo, se entregando, acreditando e jogando como você tivesse chance de classificação e foi isso que a gente fez nessas duas rodadas que a gente ainda tinha chance e é o que vamos fazer nessa última também. Honrar a camisa do Campinense, honrar o nome de cada profissional que tem aqui”, declarou o treinador.

“O Santa Cruz ou qualquer equipe que depende de outro resultado não é uma situação confortável. Os treinadores e os elencos querem sempre depender de si para se classificar. Infelizmente, hoje não é a situação do Santa Cruz, ele depende de outros resultados. O alento para o Santa Cruz é que o Campinense é uma equipe que ainda se encontra motivada, mesmo com a desclassificação. É um time onde o salário está em dia, os jogadores entenderam que precisam terminar bem a competição, mesmo sem chance de classificação”, completou Dico Woolley.

Situação na tabela
O Tricolor chegou aos 20 pontos e segue em quinto lugar. Para avançar à segunda fase, vai precisar derrotar o já eliminado Iguatu (CE) fora de casa e torcer por tropeço de Pacajus ou do próprio Potiguar, terceiro e quarto colocados, respectivamente, ambos com 22 pontos. Nacional de Patos e Sousa, ambos com 23 pontos, já estão classificados, pois têm sete vitórias - duas a mais do que os corais. 

Em caso de empate do Cacique do Vale do Caju ou do Alvirrubro Mossoroense, a Cobra Coral teria que vencer por três gols de vantagem (para tirar o Pacajus) e dois gols de diferença (para entrar no lugar do Potiguar). Hoje, o Tricolor do Arruda tem cinco vitórias e quatro gols de saldo.

Como o Santa Cruz se classifica:

1- Vitória do Santa Cruz e derrota do Pacajus ou 
2- Vitória do Santa Cruz e derrota do Potiguar

3- Vitória do Santa Cruz por 3 gols de diferença e empate do Pacajus ou
4- Vitória do Santa Cruz por 2 gols e empate do Potiguar

Nenhum comentário:

Postar um comentário