GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 17 de agosto de 2023

ASSASSINO CONDENADO

Em Garanhuns, ex-PM é condenado a mais de 32 anos de prisão por matar esposa e outro homem

Samuel Ferreira da Silva na companhia da sua esposa - Foto: Arquivo pessoal

Samuel Ferreira da Silva matou a esposa e um homem de 25 anos em 2020



O ex-policial militar Samuel Ferreira da Silva foi condenado a 32 anos, três meses e 22 dias de prisão nesta terça-feira (15), em Garanhuns, por duplo homicídio. Ele é acusado de ter matado a esposa, uma mulher de 34 anos, e um outro homem, de 25.

O caso aconteceu no dia 19 de setembro de 2020, em frente ao 9° Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco (BPMPE). Ele havia sido excluído da corporação em 2021, após as mortes.

O julgamento foi presidido pela juíza Alyne Dionísio Barbosa Padilha.

duplo homicídio, crime ao qual ele foi condenado, aconteceu através dos disparos de uma pistola calibre .40, que é de uso exclusivo das forças de segurança

No dia em que foi morta, a esposa de Samuel Ferreira da Silva viajou de Garanhuns até Bezerros na companhia de uma amiga e um homem, o que teria causado ciúmes no companheiro.

Policial à época, ele acionou uma rede de informação da área de inteligência da corporação e perseguiu o carro em que os três estavam.

Buscando proteção, a mulher tentava pedir ajuda na guarita do 9° Batalhão quando foi atingida pelos tiros. O homem que a acompanhava, por sua vez, foi retirado do carro e atingido da mesma maneira.

Por Ana Beatriz Venceslau

Nenhum comentário:

Postar um comentário