GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 7 de agosto de 2023

CAMPEONATO BRASILEIRO

De virada na Arena Pernambuco, Retrô vence Pacajus e avança para as oitavas de final na Série D

Fênix de Camaragibe avança para a segunda fase da Série D (Foto: Rafael Vieira/FPF)


Fênix de Camaragibe supera o Cacique do Vale do Caju e avança para o segundo mata-mata no Brasileiro da Série D, quando encara o Maranhão


O Retrô eliminou o Pacajus-CE, após vitória, de virada, por 2 a 1, em jogo válido pela segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Logo no começo do jogo, Rogério abriu o placar para o time cearense, em falha do goleiro Jean. Mas ainda na primeira etapa, aos 28 e 38 minutos, os pernambucanos conseguiram virar o placar com gols de Radsley e Fernandinho, respectivamente. Agora, a equipe azulina se prepara para enfrentar o Maranhão na sequência da quarta divisão nacional. Vale destacar que o Santa Cruz depende, exclusivamente, do acesso da equipe comandada por Marcelo Martelotte para ter calendário nacional em 2024.

Lá e Lô. O jogo de ida entre a Fênix de Camaragibe e o Cacique do Vale do Caju em solo cearense, terminou em 2 a 1 para a equipe de Pernambuco. No jogo de volta, disputado na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, o Retrô voltou a vencer, pelo mesmo placar.Nas oitavas de final da Série D, o Retrô vai encarar o Maranhão, que eliminou o Tuna Luso, nas penalidades máximas. O primeiro jogo será no estádio Castelão-MA. Como fez melhor campanha na primeira fase, a Fênix de Camaragibe fará o segundo jogo na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata. As datas e horários ainda serão definidas pela CBF.

O JOGO

Antes de a bola rolar para a partida da segunda fase da Série D, entre Retrô e Pacajus, ficou marcada pela ilustre visita de Rivaldo, melhor do mundo em 1999 e campeão mundial em 2002 pela Seleção Brasileira. Com a bola rolando, logo no terceiro minuto de jogo, Rogério finalizou de muito longe, o goleiro Jean tentou encaixar a bola, mas terminou falhando no lance, abrindo o marcador na Arena. Com o placar adverso, o Retrô teve que se lançar ao campo ofensivo, aos 09 minutos, Luisinho fez grande jogada pela esquerda, cruzou e a bola bateu na mão de Ray. O árbitro Alexandre Vargas Tavares de Jesus, do Rio de Janeiro, assinalou a penalidade máxima. Na cobrança, o experiente Fernandinho bateu forte no canto esquerdo, mas o goleiro Jaílson fez grande defesa.

Apesar da frustração de desperdiçar o pênalti, a equipe azulina seguiu martelando o adversário. É como diz o ditado popular: “água mole em pedra dura tanto bate até que fura!”. Aos 28 minutos, Radsley finalizou de fora da área, a bola desviou no defensor e enganou o goleiro Jailson, deixando o duelo empatado na Arena de Pernambuco. Com o placar igual, o Pacajus começou a se lançar ao campo de ataque. Em jogada de Testinha que cruzou na área, Guilherme Paraíba tentou tirar e mandou no travessão. No entanto, quem voltou a balançar as redes foi a Fênix de Camaragibe, em bela trama do sistema ofensiva, Radsley roubou a bola da defesa cearense, tocou para Fernandinho, que chutou rasteiro para virar o placar.

No segundo tempo, como era de se esperar, o Retrô iniciou a etapa complementar aproveitando as brechas da equipe cearense. Contudo, esbarrou nas conclusões das jogadas para garantir a classificação. Com isso, o Cacique seguiu vivo na partida, quando aos  28 minutos, Edson Reis finalizou, a bola bateu na mão de Guilherme Paraíba e o árbitro marcou pênalti. Batedor oficial,  Guto cobrou a penalidade com força e acertou a trave esquerda do goleiro Jean. Na reta final da partida, a equipe azulina levou o confronto em banho maria, esperando o apito do árbitro para comemorar a classificação para as oitavas de final da Série D

Retrô 2
 
Jean; Jean Raphael, Sandoval (Renan Dultra), Guilherme Paraíba e João Victor; Jonas, Alencar (Ratinho), Radsley (Gelson); Luisinho, Fernandinho (Albano) e Giva (Bruno Baio). Técnico: Marcelo Martelotte

Pacajus 1
 
Jailson; Ray Cardoso, Ramon Rafael, Airton Jr e Guto; Rogério (Carlão), Vinícius (Edson Reis), Diego Viana (Jó); Testinha, Cassaco (Willian Anicete) e Pio (Janeudo). Técnico: Vladimir de Jesus
 
Estádio: Arena de Pernambuco - São Lourenço da Mata (PE)

Horário: 18:00

Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Wallace Muller Barros Santos e Raphael Carlos de Almeida Tavares dos Reis (RJ)  
Cartões amarelos: Jonas, Fernandinho e Alencar (R) ; Rogério (P)  
Gols: Rogério, aos 03/1T (P); Radsley, aos 28/1T e Fernandinho, aos 38/1T (R)  
Público: 3.610 torcedores
Renda: R$ 23.290,00

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário