GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quarta-feira, 23 de agosto de 2023

CULTURA

Seminário de Gênero e Patrimônio Cultural acontece no Recife

Foto: Aline Mariz - Sec Mulher PE


Começou hoje (22/08), no auditório do Centro de Artesanato de Pernambuco Roberto Lessa, o Seminário de Gênero e Patrimônio Cultural, promovido pela Secretaria Estadual da Mulher. A conferência teve início às 14h e está sendo realizada em parceria com a FUNDARPE, SECULT-PE, Paço do Frevo, PPGA-UFPE e IPHAN. O evento acontece anualmente e faz parte da programação da Semana do Patrimônio, realizada em alusão ao Dia Nacional do Patrimônio Histórico, que este ano tem como tema “Memórias do patrimônio cultural: entre legados e futuros”.

O objetivo do encontro é fomentar a reflexão de gênero no campo da cultura, reconhecendo as mulheres como protagonistas nas diversas expressões e manifestações populares, contribuindo assim para a desconstrução da cultura patriarcal e na promoção da equidade de gênero; considerando-as detentoras e transmissoras de saberes, práticas e tradições culturais, que desempenham importante papel na construção da diversidade cultural brasileira e na preservação do patrimônio cultural. 

Mesa Mulheres, Práticas Alimentares e seus Territórios de saberes

Participarão deste primeiro dia a professora Cristianne Barros, que é titular das disciplinas de Confeitaria e Panificação da Faculdade Senac. Pesquisadora e pós-graduada em alta gastronomia, ela é responsável pela elaboração do projeto que visa tornar o Bolo de Noiva Pernambucano patrimônio Imaterial do estado. Também é membro da setorial de gastronomia da Secretaria de Cultura. 

Também participará a secretária executiva de Cultura de Paudalho, Teresa Valentim. Educadora social e artesã, que ganhou destaque na mídia pernambucana ao criar, em 2016, o “Projeto Carne de Jaca“, na cidade de Araçoiaba. Ela também desempenha importante função de mobilizadora social junto às mulheres artesãs e na perpetuação do doce de Guabiraba, atraindo as doceiras de Paudalho em um trabalho de resgate de memória do doce.

Outra palestrante do dia será a Dona Josefa. Figura proeminente e respeitada no quilombo do Mundo Novo; guardiã dos saberes tradicionais, desde os rituais e práticas espirituais até as técnicas agrícolas e de cura. Ela carrega consigo uma riqueza de conhecimentos específicos que contam histórias vivas do quilombo e de sua ancestralidade. Como uma das lideranças locais. Dona Josefa desempenha um papel fundamental na preservação e transmissão da cultura de seu povo. 

E completando o dia teremos Dona Ivaniceia Pankará, que falará sobre a alimentação Indígena. Ela é natural da aldeia Retiro, do Povo Pankará, no município de Carnaubeira da Penha- PE. Ttrabalha na área da educação desde 2004 e atualmente leciona nas turmas 6° ao 9° ano e 1° ao 3° ensino médio. Faz parte da AMAP - Associação de Mulheres Artesãs. Participou como Mestra Cozinheira do projeto XepaCult - Mostra de Gastronomia de Tradição pelo Consumo Consciente - em 2018. Aprendeu com seus avós o ato de cozinhar a comida tradicional e para o seu povo, a comida não é só alimento, mas, também memória, afeto, identidade, diversidade, partilha, hospitalidade e a garantia de subsistência.

Amanhã (23/08) o seminário continua de forma remota pelo canal do Youtube da Secretaria da Mulher de Pernambuco. E terá como palestrantes a artesã de Caruaru e patrimônio vivo do estado, Marliete Rodrigues; Elaine Albuquerque, de Camaragibe e integrante do Coco e Sambada do Catucá. A mestra Maria Justa Kambiwá, que falará sobre o artesanato indígena e mais uma vez a Dona Josefa, da comunidade Quilombola Mundo Novo de Buíque. 

Desde 2013 que a Secretaria da Mulher, por meio de sua atuação no Conselho Estadual de Política Cultural (CEPC-PE), iniciou o diálogo para inserção das discussões sobre o protagonismo das mulheres no Patrimônio Cultural de Pernambuco, já que são elas as maiores detentoras e transmissoras de saberes, modos de vida, práticas culturas e tradições. 

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário