GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 3 de agosto de 2023

DEPUTADA DO PSOL LEVANDO INVERTIDA

Vídeo: Deputada do PSOL leva invertida de Derrite em CPI

Secretário de Segurança Pública de SP, Guilherme Derrite Foto: Reprodução/TV Câmara


Sâmia Bomfim chamou ação policial em Guarujá de "chacina" e foi surpreendida pelo secretário



O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Guilherme Derrite, prestou depoimento na CPI do MST, nesta quarta-feira (2), e, provocado por parlamentares, teve de falar sobre a Operação Escudo da Polícia Militar, que resultou em 16 mortes, em Guarujá, Litoral paulista.

a oportunidade, Derrite foi duramente confrontado pela deputada Sâmia Bomfim (PSOL -SP), que se referiu ao trabalho da Polícia na Baixada Santista como “chacina”, além de afirmar que “não há nenhuma prova de que qualquer uma dessas pessoas tenham (sic) alguma coisa a ver com o assassinato desse policial”.

 – Vivenciamos a segunda maior chacina do estado de São Paulo, só perde para o Carandiru – disparou Sâmia.

O secretário respondeu aderindo ao mesmo tom da parlamentar e revelou-se desapontado com a deputada, que apesar de mulher, não se solidarizou com a policial militar baleada por criminosos na referida ação policial.

– Achei que a senhora, como mulher, iria defender a policial que tomou tiro de fuzil pelas costas – disse Guilherme Derrite.

A policial estava com a viatura estacionada em frente a uma padaria quando foi alvejada pelas costas. Ela foi socorrida e levada à Santa Casa de Santos, mas não resistiu.

Na oportunidade, Derrite foi duramente confrontado pela deputada Sâmia Bomfim (PSOL -SP), que se referiu ao trabalho da Polícia na Baixada Santista como “chacina”, além de afirmar que “não há nenhuma prova de que qualquer uma dessas pessoas tenham (sic) alguma coisa a ver com o assassinato desse policial”.

Marcos Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário