GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 7 de agosto de 2023

PATRIMÔNIO VIVO

PCR lança segundo concurso para Registro de Patrimônio Vivo do Recife; saiba como participar

Gigante do Samba Patrimônio Vivo do Recife - Foto: Foto Sérgio Bernardo PCR

Serão escolhidos quatro patrimônios com direito a benefícios mensais vitalícios


Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, anuncia o lançamento do segundo edital de Registro de Patrimônio Vivo do Recife, reconhecendo a cultura como um legado que fortalece e reinventa o povo através de suas celebrações. Até dezembro, mestras e grupos culturais tradicionais e populares serão patrimonializados na Capital pernambucana,  valorização e a continuidade da transmissão de seus conhecimentos e técnicas.

“O Registro do Patrimônio Vivo do Recife é uma conquista bem recente, mas já é um legado, porque veio para ficar, sendo mais um instrumento de reconhecimento e valorização de quem escreve a nossa história cultural. Garante apoio a mestres, mestras, agremiações, além de ampliar a troca de saberes, juntando passado, presente e futuro. Tudo isso feito com debate, transparência, respeito às trajetórias. É assim que a gente realiza essa homenagem”, celebra o secretário de Cultura, Ricardo Mello.

O edital de Registro de Patrimônio Vivo foi publicado no Diário Oficial de hoje (5), mas as inscrições só serão iniciadas em 18 de setembro. Os fazedores de cultura que preservam tradições importantes da cidade e mantêm viva sua herança cultural devem preparar dossiês de candidatura com documentos comprobatórios e informações artísticas até o dia 27 de setembro. As inscrições devem ser feitas exclusivamente através do site Cultura Recife.

Para concorrer, todos os candidatos, sejam pessoas ou grupos, devem ser indicados por uma entidade proponente, como associações civis de natureza cultural com sede na capital pernambucana e constituídas há pelo menos cinco anos. Aqueles que participaram do primeiro concurso de Patrimônio Vivo no ano passado têm a oportunidade de revalidar suas candidaturas para este segundo chamamento. Os candidatos passarão por uma avaliação em quatro etapas, a partir de critérios como: relevância da atuação e tempo de trabalho ou existência, com priorização dos inscritos mais idosos ou antigos, levando-se em conta ainda a situação financeira dos proponentes.


Por Portal Folha de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário