GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

terça-feira, 15 de agosto de 2023

RESISTÊNCIA ESTUDANTIL

Pernambucana se torna a estudante mais idosa do mundo, com 94 anos

Dona Edelzuita, 94 anos, estuda no Centro de Educação de Jovens e Adultos João Barracão, em Petrolina (Foto: Josimar Oliveira/Governo de Pernambuco)


Dona Edelzuita conseguiu realizar o sonho de estudar em uma escola em 2022, aos 93 anos

As dificuldades impostas pela vida não foram o suficiente para fazer com que Maria Edelzuita de Souza desistisse do sonho de ler e escrever. Dona Edelzuita, como é conhecida, pode ser considerada a aluna da educação básica mais idosa do mundo. 

A estudante supera em 10 anos o queniano Kimani Maruge Ng’ang’a, que, segundo o livro dos recordes, conseguiu a façanha aos 84 anos. No entanto, Dona Edelzuita ainda não foi reconhecida pelo Guinness Book. 

Hoje, ela cursa o 3º módulo no Centro de Educação de Jovens e Adultos João Barracão, em Petrolina, Sertão de Pernambuco.
O incentivo para estudar vem dos próprios colegas de classe e professores. Dona Edelzuita foi recebida com cartazes de apoio no Dia do Estudante, na última sexta-feira (11/08). “Estudem, no estudo é que se aprende tudo. Na escola se aprende o que é bom. Eu queria ser menina de novo pra começar agora e terminar só na faculdade”, recomenda Dona Edelzuita.

História de resistência

Filha de lavrador, Edelzuita foi proibida de estudar, uma vez que seu pai tinha receio que ela fosse alfabetizada, pois assim poderia escrever “cartas para os namorados”. Já a mãe, cuidava da casa e era letrada. Assim, ensinou-lhe as letras, as sílabas e como juntá-las para formar pequenas palavras. Mas isso foi a única coisa relacionada aos estudos deixada para a estudante.

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário