GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 24 de agosto de 2023

SANTA CRUZ - BRONCA NA JUSTIÇA

Zagueiro Eduardo Guedes entra na Justiça e pede rescisão indireta do Santa Cruz

Guedes vinha sendo titular na zaga do Santa Cruz em 2023 (Foto: Ayrton Latapiat/ FPF)


Cria da base coral alega salários atrasados e não recolhimento do FGTS; Presidente do Conselho Deliberativo, Marino Abreu, critica a situação


O zagueiro Eduardo Guedes entrou com ação na Justiça contra o Santa Cruz pedindo a rescisão indireta do contrato. O processo, que data do dia 8 deste mês, também cobra salários atrasados, não recolhimento do FGTS e não pagamento do 13° salário. A informação foi divulgada pelo GE e confirmada pela reportagem do Esportes DP.

O atleta alega salários atrasados dos meses de junho e julho de 2023. o não recolhimento do FGTS remete ao período de novembro de 2021 até junho deste ano, o que totaliza 18 meses. Caso os atrasos sejam comprovados, a quebra de contrato será amparada na Justiça do Trabalho. Cria da base do Santa Cruz, Eduardo Guedes assinou seu primeiro contrato profissional com o tricolor em 2021. Recebeu oportunidades no time titular na atual temporada e se firmou na posição, tendo até seu contrato renovado por mais dois anos (antes da renovação, o salário iria até março de 2024). Este ano, Guedes jogou 13 partidas e marcou um gol.

Procurado pela reportagem, o Departamento Jurídico do Santa Cruz não quis falar sobre o caso, alegando ainda não ter sido notificado pela Justiça. Este é o primeiro processo envolvendo o clube após a Recuperação Judicial, vista como passo fundamental para a reconstrução coral, que se encontra sem divisão nacional em 2024.

Em entrevista à Rádio Clube, o presidente do Conselho Deliberativo do Santa Cruz Marino Abreu lamentou mais um processo que o tricolor sofre, e teceu críticas ao presidente Antônio Luiz Neto. “O Santa Cruz teve uma oportunidade de zerar as contas. Recuperação Judicial bloqueia tudo passado, vai ser negociado em paralelo e daqui para frente a gente não faz mais dívida. Mas o presidente já começou a atrasar salário, a não pagar FGTS. Renovar o contrato de um jogador como Guedes e não pagar é uma irresponsabilidade. Agora a gente está perdendo um jogador da base, começando novas dívidas. O Santa Cruz precisa ser repensado urgentemente ", pontuou Marino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário