GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 18 de setembro de 2023

SPORT - MAU-CARATISMO DO TREINADOR COM A IMPRENSA

Técnico do Sport pede apoio da torcida e diz que as críticas à imprensa são para os 'maus profissionais'

Após a vitória diante do ABC, treinador rasgou elogios para a torcida rubro-negra (Foto: Rafael Vieira/DP FOTO)


Enderson Moreira aproveitou a vitória para defender o elenco do Sport


Depois de uma semana turbulenta na Ilha do Retiro contando com protestos e declarações ásperas do técnico e de parte dos jogadores, o Sport, enfim, voltou a vencer. Após o resultado positivo por 1 a 0 diante o ABC, nesta última sexta-feira, no Frasqueirão - que encerrou jejum de cinco jogos sem vencer. Na tradicional coletiva do técnico Enderson Moreira, que acontece após a partida, o treinador aproveitou o momento para defender os atletas e pediu o apoio dos torcedores nesta reta final.

“No começo era o time que criava muito e não fazia gol. A gente vê muito só o lado negativo e tem coisas positivas, não é possível que neste trabalho que a gente está desenvolvendo neste ano, não tenha coisas positivas. Tivemos um time que buscou o tempo todo o gol, jogando contra ABC, fora de casa, o gol poderia ter saído muito antes das grandes oportunidades. Perdemos um pouquinho algumas possibilidades em cima de uma ansiedade, um pouco maior de tentar poder fazer as coisas”, disse o técnico, Enderson Moreira.

A equipe de Enderson Moreira nos últimos jogos apresentou uma oscilação negativa, desempenhado um futebol por vezes considerado até mesmo displicente. Diante do baixo desempenho técnico, o comandante pediu o apoio da torcida para que juntos o time volte a alçar voos altos na competição."O que a gente precisa nesses momentos de dificuldade é muito mais apoio. É muito fácil vaiar o time na hora que as coisas não estão bem. E a paixão? E o amor? No momento difícil é quando a gente precisa de mais carinho", destacou o treinador.
 
Antes do confronto diante do Criciúma, o clima nos bastidores do Sport já vinha sendo agitado desde a notícia de que Diego Souza não havia sido relacionado para a partida. Tanto que o clube soltou uma nota oficial, alegando que a decisão havia sido tomada de forma conjunta, e não apenas do treinador. Durante a coletiva, o comandante em tom áspero e com respostas curtas, reforçou a chateação com parte da imprensa e aproveitou para delegar à imprensa local parte da culpa dos atuais insucessos do futebol pernambucano.
 
Na coletiva desta última sexta, depois do jogo contra o ABC, o treinador voltou a questionar e apontou que os questionamentos à imprensa são para os "maus profissionais". Ao ser questionado, o treinador evitou citar o nome dos profissionais a quem foi dirigida às críticas.“Para poder bater na gente já tem muita gente. Às vezes a gente faz uma crítica aos maus profissionais que tem na imprensa e o sindicato (de jornalistas), associação (de cronistas desportivos), não sei o quê, fica... Acho engraçado que vocês são as pessoas que mais criticam a gente, e quando a gente faz uma crítica no sentido de que um mau profissional criou um clima no último jogo extremamente terrível... Vocês estavam lá. Antes de começar o jogo já tinha torcedor me xingando porque não tinha colocado Diego(Souza)”, relembrou.
 
Restando apenas 10 rodadas para o fim da Série B, o técnico sabe da importância da torcida rubro-negra na competição. O Sport volta a campo no sábado (26), às 20h45, quando recebe o vice-lanterna Londrina, na Ilha do Retiro. 

Paulo Mota

Nenhum comentário:

Postar um comentário