GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 23 de outubro de 2023

REDAÇÃO NO ENEM

Feras devem estar bem informados para fazer uma boa redação no Enem; confira as dicas

Para fazer uma boa prova é importante que o estudante se mantenha bem informado ( Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil)


A redação será feita durante o primeiro dia do exame, em 5 de novembro

tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é motivo de angústia entre muitos vestibulandos que se preparam durante todo o ano para o maior vestibular do Brasil.

Para fazer uma boa prova é importante que o estudante se mantenha bem informado. Desta forma, ele poderá utilizar os acontecimentos mais recentes como referências e fortalecer os argumentos no texto. 

A professora de redação Fernanda Bérgamo, chama a atenção para o recorte do tema da redação e explica que “os estudantes podem esperar a apresentação do tema com um assunto geral e um recorte, que eu sempre chamo de ‘pegadinha’”.

Sem observar esse recorte, eles correm o risco de fugir parcialmente da proposta. Por exemplo, em 2017 o tema foi Desafios para a Formação Educacional dos Surdos no Brasil”, ressalta.

“O tema geral era a formação educacional dos surdos, mas alguns candidatos deixam de observar a palavra ‘desafios’, e a presença dessa palavra determina que eles precisam desenvolver dois desafios, escolhê-los como teses ou como argumentos para provar para provar que compreenderam completamente a proposta”, explica a professora.
Um dos assuntos mais discutidos atualmente é o conflito entre Israel e o Hamas. Questionada se o conflito poderia influenciar no tema da redação, a professora explica que o Enem já está finalizado desde o meio do ano e que esta guerra acontece em um período posterior ao fechamento do exame.

Fernanda Bérgamo também orienta os vestibulandos a utilizarem o texto de apoio para elaborar a redação. “Mesmo que o estudante se depare com o tema sobre o qual ele não sabe nada, os textos de apoio vão dar informações suficientes para ele para eles desenvolverem uma redação muito, muito boa. Lembrando aqui que não eles não podem copiar nada do texto de apoio, mas as paráfrases são bem-vindas”, completa.

O que esperar do tema da redação deste ano?

O tema abordado na redação do Enem é selecionado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela aplicação da prova em todo o país.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), a “redação no Enem desafia os alunos a refletirem sobre questões sociais e a apresentarem propostas de intervenção concretas, estimulando assim o desenvolvimento de cidadãos conscientes e atuantes na construção de uma sociedade mais justa e igualitária”.

A escolha do tema da redação é baseada em critérios rigorosos para que o assunto abordado tenha a capacidade de analisar as habilidades dos vestibulandos.
 
Saiba o que o vestibulando pode esperar do tema da redação deste ano:
  • Um tema relevante e que esteja sendo debatido na atualidade, tendo relação com questões sociais, políticas, científicas, culturais ou tecnológicas;
  • Assunto que permita a análise das habilidades dos vestibulandos;
  • Tema capaz de envolver mais de uma área do conhecimento, com uma perspectiva multidisciplinar;
  • Tópico que permita que o aluno demonstre as seguintes habilidades: capacidade de argumentação, análise crítica, domínio da norma da língua, estrutura de texto e proposição de soluções.
Outra maneira de se preparar para a redação do Enem é ler redações nota mil de temas anteriores e analisar os assuntos abordados.

 Confira abaixo os temas das redações dos últimos anos:
  • 2022: Desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil
  • 2021: Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil.
  • 2020: O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira.
  • 2019: Democratização do acesso ao cinema no Brasil.
  • 2018: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet.
  • 2017: PPL: Consequências da busca por padrões de beleza idealizados.
  • 2017: (2ª Aplicação): Caminhos para combater o racismo no Brasil.
  • 2017: Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil.
  • 2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil.
  • 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira.
  • 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil.
  • 2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil.
  • 2012: Movimento imigratório para o Brasil no século 21.
  • 2011: Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado.
  • 2010: O trabalho na construção da dignidade humana.
Por: Adelmo Lucena

Nenhum comentário:

Postar um comentário