GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sexta-feira, 13 de outubro de 2023

SELEÇÃO BRASILEIRA

Brasil decepciona e só empata com a Venezuela na Arena Pantanal

Neymar não fez uma boa partida e ainda se irritou com os jogadores rivais (Foto: NELSON ALMEIDA/AFP)


Seleção Brasileira não fez uma boa apresentação e ficou no 1 a 1 com os venezuelanos em Cuiabá (MT)


Diante de 40 mil pessoas na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), a Seleção Brasileira não fez uma boa apresentação nesta quinta-feira (12). O reflexo foi um frustrante empate por 1 a 1 com a Venezuela, pela 3ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Gabriel Magalhães fez o gol da Canarinho, Bello deixou tudo igual.

Mais quatro partidas foram realizadas pela 3ª rodada das Eliminatórias. Em Buenos Aires, a Argentina venceu o Paraguai por 1 a 0. Colômbia e Uruguai ficaram no 2 a 2. O Equador fez 2 a 1 na Bolivia. O Chile derrotou o Peru por 2 a 0. Com sete pontos, o Brasil está em segundo, dois pontos a menos do que a Argentina. O próximo desafio é o Uruguai, terça (17), fora de casa. 

O JOGO

O Brasil entrou em campo com duas novidades em relação ao último jogo, contra o Peru. Na lateral esquerda, Guilherme Arana começou jogando no lugar de Renan Lodi, lesionado. No ataque, recuperado de contusão, Vinícius Junior atuou ao lado de Rodrygo, Neymar e Richarlison. 

Mesmo com esse quarteto de peso, o Brasil não foi muito produtivo no primeiro tempo. Neymar, duas vezes, e Casemiro, arriscaram de fora da área, mas não tiveram êxito. Forçando o jogo mais pelo lado esquerdo, com Vinícius Junior, a Canarinho criou a melhor jogada justamente com o atacante do Real Madrid, que achou Danilo livre dentro da área. Mas o ala cruzou em cima do zagueiro. Logo depois, Danilo foi substituído por lesão, dando vaga para o garoto Yan Couto. A Venezuela se lançou em alguns contra--ataques, mas também não balançou a rede.

O técnico Fernando Diniz não mexeu para o segundo tempo. Mesmo assim, o Brasil abriu logo o placar. Aos quatro minutos após escanteio, o zagueiro Gabriel Magalhães cabeceou para o fundo da rede: 1 a 0. Atrás no placar, o técnico da Venezuela colocou o meia Soteldo, do Santos, no lugar de Machis, abrindo mais o time. E aos 17, quase os venezuelanos chegaram ao empate, em cabeçada de Angel, que raspou a trave de Ederson. A resposta brasileira veio em uma boa tramaentre Vinícius Junior e Rodrygo, que chutou para fora.
 
Mas quem marcou foi a Venezuela. Aos 39, Savarino cruzou e Bello fez um golaço, de meia--bicicleta: 1 a 1. O Brasil tentou um abafa no final, mas não conseguiu a vitória. 

FICHA DO JOGO
BRASIL: 1 
Ederson; Danilo (Yan Couto), Marquinhos, Gabriel Magalhães e Guilherme Arana; Casemiro (André), Bruno Guimarães (Gerson) e Neymar; Rodrygo, Vini Jr (Matheus Cunha) e Richarlison (Gabriel Jesus). Técnico: Fernando Diniz. 

VENEZUELA: 1
Romo; González, Osorio, Ángel e Makoun; Herrera (Cásseres), Rincón (Moreno), Sosa (Bello) e Machís (Soteldo); Córdova (Savarino) e Rondón. Técnico: Fernando Batista

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Árbitro: Kevin Ortega (PER)
Assistentes: Michael Orué (PER) e Jesús Sánchez (PER)
VAR: Carlos Orbe (EQU)
Gols: Gabriel Magalhães aos 4 e Bello aos 39 do 2 tempo
Cartões Amarelos: Richarlison e André (BRA); Herrera e Rincón (VEN)
Público: 40.020 torcedores
Renda: R$ 12.746.150,00 

Nenhum comentário:

Postar um comentário