GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 11 de janeiro de 2024

AGRESSÃO

Motorista de ônibus é agredido por motociclista com socos e golpes de capacete em briga de trânsito

O rodoviário foi socorrido pelo Samu para o Hospital da Restauração, no Recife, onde ficou internado após ser agredido com socos e golpes de capacete na cabeça (Foto: Divulgação/Sindicato dos Rodoviários )


O profissional, segundo o Sindicato dos Rodoviários, recebeu alta médica na manhã desta quinta (11), após ser hospitalizado no Hospital da Restauração (HR), no Recife

Um motorista de ônibus foi agredido com socos e golpes de capacete por um motociclista, após uma briga de trânsito, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR).  

O caso aconteceu na quarta (10), mas foi confirmado pelo Sindicato dos Rodoviários do Recife e RMR, nesta quinta (11). 

Segundo a entidade sindicalista, o rodoviário recebeu alta médica na manhã desta quinta, após passar a noite internado no Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, na área Central da capital, para tratamento clínico após sofrer cortes profundos na cabeça por causa das pancadas. 

Segundo o presidente do sindicato, Aldo Lima, a agressão aconteceu por volta das 17h30 da quarta (10), no momento em que o coletivo em que o motorista conduzia, que fazia a linha 164 - Marcos Freire/TI Cajueiro Seco, quando se envolveu em uma discussão de trânsito e foi brutalmente agredido.  

“Vamos receber o companheiro (motorista) na sede do sindicato e apurar como tudo aconteceu. Porém, o que pude conversar com ele brevemente é que o mesmo alegou que não fez nada de errado e foi covardemente agredido pelo motoqueiro. É o primeiro caso de agressão sofrida por rodoviários no ano, mas no ano passado houve outros casos registrados”, informou o presidente do sindicato, Aldo Lima. 

O condutor foi socorrido às pressas por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o HR. 
Ainda de acordo com Aldo Lima, a vítima chegou desacordada à unidade de saúde, mas foi reanimada e Um motorista de ônibus foi agredido com socos e golpes de capacete por um motociclista, após uma briga de trânsito, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR). 
 
O caso aconteceu na quarta (10), mas foi confirmado pelo Sindicato dos Rodoviários do Recife e RMR, nesta quinta (11). 

Segundo a entidade sindicalista, o rodoviário recebeu alta médica na manhã desta quinta, após passar a noite internado no Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, na área Central da capital, para tratamento clínico após sofrer cortes profundos na cabeça por causa das pancadas. 

Segundo o presidente do sindicato, Aldo Lima, a agressão aconteceu por volta das 17h30 da quarta (10), no momento em que o coletivo em que o motorista conduzia, que fazia a linha 164 - Marcos Freire/TI Cajueiro Seco, quando se envolveu em uma discussão de trânsito e foi brutalmente agredido.  

“Vamos receber o companheiro (motorista) na sede do sindicato e apurar como tudo aconteceu. Porém, o que pude conversar com ele brevemente é que o mesmo alegou que não fez nada de errado e foi covardemente agredido pelo motoqueiro. É o primeiro caso de agressão sofrida por rodoviários no ano, mas no ano passado houve outros casos registrados”, informou o presidente do sindicato, Aldo Lima. 

O condutor foi socorrido às pressas por uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o HR. 

Ainda de acordo com Aldo Lima, a vítima chegou desacordada à unidade de saúde, mas foi reanimada e esteve consciente e orientada durante a sua internação.

“É uma situação bastante delicada. Essa agressão reflete no cenário de vulnerabilidade em que os rodoviários estão expostos. Desde a retirada dos cobradores das funções, o motorista está muito exposto e sem um apoio, até mesmo para estas situações. Temos observado durante os últimos tempos que a concepção da desvalorização do rodoviário está  crescendo cada vez mais ao ponto dos trabalhadores não serem respeitados até mesmo no seu local de trabalho. Sempre orientamos aos companheiros que mantenham a calma e procurem apoio quando aconteça uma ocorrência de discussão de trânsito. Porém, infelizmente, casos assim ainda acontecem, colocando em risco a vida do rodoviário”, avaliou Aldo Lima. 

Ainda segundo o presidente, o motorista agredido ainda não prestou Boletim de Ocorrência (BO) para registrar o caso. O que, segundo ele, deve ser feito ainda nesta quinta (11). 

A reportagem do Diario de Pernambuco entrou em contato com a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) para saber se a corporação havia registrado a ocorrência, no entanto, até o fechamento desta matéria, a assessoria de imprensa da corporação informou que estava checando a informação.esteve consciente e orientada durante a sua internação.
“É uma situação bastante delicada. Essa agressão reflete no cenário de vulnerabilidade em que os rodoviários estão expostos. Desde a retirada dos cobradores das funções, o motorista está muito exposto e sem um apoio, até mesmo para estas situações. Temos observado durante os últimos tempos que a concepção da desvalorização do rodoviário está  crescendo cada vez mais ao ponto dos trabalhadores não serem respeitados até mesmo no seu local de trabalho. Sempre orientamos aos companheiros que mantenham a calma e procurem apoio quando aconteça uma ocorrência de discussão de trânsito. Porém, infelizmente, casos assim ainda acontecem, colocando em risco a vida do rodoviário”, avaliou Aldo Lima. 

Ainda segundo o presidente, o motorista agredido ainda não prestou Boletim de Ocorrência (BO) para registrar o caso. O que, segundo ele, deve ser feito ainda nesta quinta (11). 
A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) para saber se a corporação havia registrado a ocorrência, no entanto, até o fechamento desta matéria, a assessoria de imprensa da corporação informou que estava checando a informação.

Por: Wilson Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário