GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 15 de janeiro de 2024

BALA PERDIDA

Criança de 10 anos é atingida por bala perdida na frente de casa

Conjunto Olho d'Água fica em Jaboatão (Foto: Google Street View)


Segundo Polícia Civil, vítima estava com mãe e irmãos, em jaboatão dos Guararapes, quando homem passou de moto atirando

Uma criança de apenas 10 anos de idade foi atingida por uma bala perdida, na frente de casa, no Grande Recife. 

Segundoa Polícia Civil, um desconhecido passou de moto atirando, ferindo a vítima, que estava com a mãe e irmãos. 
 
O caso aconteceu na madrugada desta segunda (15), no Conjunto Habitacional Olho d'Água, em Cajueiro Seco, em Jaboartão dos Guararapes. 
 
Por meio de nota enviada ao Diario de Pernambuco, nesta segunda, a Força Tarefa de Homicídios da Região Metropolitana Sul registrou a ocorrência.
 
O crime é condfigurado como  "tentativa de homicídio".
 
A menina foi socorrida e levada para uma unidade hospitalar na região e transferida para o Hiospital da Restauração (HR), no Derby, na área central do Recife. 
 
"Um inquérito policial foi instaurado e qualquer informação sobre esta ocorrência, poderá ser repassada para a ouvidoria da SDS, com garantia de sigilo absoluto ou na delegacia mais próxima", disse a nota. 
 
A ouvidoria funciona de segunda a sexta das 07h às 19h através dos números: 0800-0815001 e (81) 9.9488-3455. 
 
"As investigações seguem em andamento até o esclarecimento dos fatos", acrescentou. 
 
O estado de saúde da criança não foi divulgado. 
 
Fogo Cruzado
 
O último mês de 2023 teve uma média de cinco tiroteios por dia no Grande Recife. 
Os dados de dezembro do ano passado são do Instituto Fogo Cruzado. 
 
Segundo a entidade, em dezembro de 2023, houve 156 tiroteios/disparos de arma de fogo na região metropolitana do Recife.
Esse  número é 17% maior que o acumulado em dezembro de 2022, que concentrou 133 registros.

Ainda de acordo com o balanço, dos 156 tiroteios registrados, em 99% deles houve mortos e/ou feridos. 
 
Ao todo, 167 pessoas foram baleadas no Grande Recife. Desse total, 132 morreram e 35 ficaram feridas.  O número de mortos apresentou aumento de 18%. A quantidade de feridos notificou uma queda de 26% em comparação com dezembro de 2022.
 
No último mês de 2022, dos 159 baleados, 112 morreram e 47 ficaram feridos.

Em comparação com o mês de novembro, que acumulou 165 tiroteios, deixando 205 baleados (sendo 142 mortos e 63 feridos), dezembro apresentou ligeira queda de 5% nos tiroteios, queda de 7% entre os mortos e queda de 44% entre os feridos.

A violência foi maior no dia 1º do mês. 
Houve 10 tiroteios, com 10 mortos. E os dias 6 e 10, com três atingidos cada, concentraram o maior número de feridos.

O mapa da violência armada

Municípios

Entre os municípios mapeados pelo Instituto Fogo Cruzado, os mais afetados pela violência armada em dezembro foram:

Recife: 74 tiroteios, 58 mortos e 19 feridos
Olinda: 22 tiroteios, 22 mortos e 3 feridos
Cabo de Santo Agostinho: 17 tiroteios, 17 mortos e 1 ferido
Jaboatão dos Guararapes: 12 tiroteios, 11 mortos e 1 ferido
Paulista: 8 tiroteios, 6 mortos e 3 feridos
 
Bairros

Entre os bairros, os mais afetados pela violência armada foram:

Iputinga (Recife): 7 tiroteios, 6 mortos e 1 ferido
Águas Compridas (Olinda): 5 tiroteios e 5 mortos
Água Fria (Recife): 5 tiroteios, 3 mortos e 2 feridos
Garapu (Cabo de Santo Agostinho): 4 tiroteios e 5 mortos

Perfil das vítimas

Entre os 132 mortos na região metropolitana, em dezembro de 2023, 127 eram homens, quatro eram mulheres e um não foi identificado.
 Entre os 35 feridos, 31 eram homens, três eram mulheres e dois não foram identificados.

Entre os 132 mortos na região metropolitana em dezembro, 61 eram negros, 24 eram brancos, um era indígena e 46 não tiveram a cor/raça revelada. Entre os 35 feridos, seis eram negros e 30 não tiveram a cor/raça revelada. 

Uma criança foi baleada na região metropolitana do Recife em dezembro de 2023 e sobreviveu.  No mesmo período de 2022, uma criança foi baleada e também sobreviveu.

Treze adolescentes foram baleados no mês de dezembro no Grande Recife: 10 deles morreram e três ficaram feridos. Em dezembro de 2022, seis adolescentes foram baleados: três morreram e três ficaram feridos.

Nove pessoas foram baleadas durante roubos/tentativas de roubo: cinco morreram e quatro ficaram feridas. Em dezembro de 2022, oito pessoas foram baleadas durante roubos/tentativas de roubo: duas morreram e seis ficaram feridas.

Quatro pessoas foram vítimas de bala perdida no Grande Recife e sobreviveram. Em dezembro de 2022, sete pessoas foram vítimas de bala perdida: duas morreram e cinco ficaram feridas.

Um entregador/motoboy foi morto a tiros na região metropolitana do Recife em dezembro de 2023. Em dezembro de 2022, não houve entregador/motoboy baleado.

Um motorista de aplicativo foi morto a tiros no Grande Recife. Em dezembro de 2022, um motorista de aplicativo foi baleado e sobreviveu.

Um vendedor ambulante foi morto a tiros no Grande Recife. Em dezembro de 2022, dois vendedores ambulantes foram mortos a tiros.
 
Um agente de segurança foi morto a tiros no Grande Recife em dezembro. Em 2022, neste mesmo período, cinco agentes de segurança foram baleados: três morreram e dois ficaram feridos.

Em dezembro, 22 pessoas foram baleadas quando estavam dentro de casa: 15 morreram (13 homens e duas mulheres) e sete ficaram feridas (três homens e três mulheres). Em dezembro de 2022, 16 pessoas foram baleadas dentro de casa: 13 morreram e três ficaram feridas.

DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário