GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

domingo, 14 de janeiro de 2024

CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Dominante, Náutico vence o Flamengo de Arcoverde pela estreia do Pernambucano

Náutico estreou com vitória sobre o Flamengo de Arcoverde no Pernambucano (Foto: Rafael Vieira/DP Foto)


Timbu conquistou triunfo diante de bom público nos Aflitos com gols de Kauan e Ray Vanegas


Estreia soberana do Timbu! Náutico venceu o Flamengo de Arcoverde por 2x0, nos Aflitos, na tarde deste domingo (14). Os gols do Timbu foram marcados pelos atacantes Kauan e Ray Vanegas.

O resultado coloca os alvirrubros na terceira colocação do Campeonato Pernambucano, à frente do Sport e atrás apenas do Retrô e Santa Cruz devido ao saldo de gols. 

Náutico volta a campo na próxima quinta-feira (18), às 19h, quando visita o Afogados, no sertão pernambucano. Já o Flamengo de Arcoverde terá novo desafio em Recife, e desta vez encara o Santa Cruz, na próxima quarta-feira (17)às 21h, no Arruda. Ambos serão pela segunda rodada do Campeonato Pernambucano.

O JOGO

Os 10.783 alvirrubros presentes no Estádio dos Aflitos foram presenteados com um Timbu dominante! Se ainda é cedo para falar num Náutico com "a cara de Allan Aal", pode-se dizer que a principal característica do time da Rosa e Silva sob seu comando já foi descoberta se chama intensidade, presente do começo ao fim, ainda que em doses diferentes.

O Náutico iniciou o jogo com intensidadepressionando a todo momento a saída de bola do Flamengo de Arcoverde. A primeira chega dos donos da casa aconteceu com pouco mais de um minuto, quando Fernandinho recebeu boa virada de jogo de Rafael Vaz e lançou na área, mas ninguém conseguiu completar.

Aos 13 minutos, veio o gol do Timbu. Rapidamente anulado pela arbitragem, mas suficiente para arrancar a vibração dos torcedores presentes nos Aflitos. Fernandinho fez boa jogada na linha de fundo para Patrick Allan marcar, mas a bola já havia saído, sinalizou o assistente. Martelando, o Náutico chegou de novo aos 16 minutos, quando Guilherme Matos cruzou e o zagueiro Bruno Luiz tentou tirar, mandando contra a própria trave.

Mas a tarde era alvirrubra, e seguindo o clichê “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”, o Náutico marcou o primeiro gol do jogo quando o relógio apontava para os 21 minutos. Danilo Belão cruzou na área e Kauan aproveitou o rebote do goleiro Lucão para bater firme e colocar o Timbu na frente.

O Flamengo de Arcoverde só chegou ao ataque pela primeira vez aos 35 minutos, com Wendel, que finalizou de fora da área e conquistou o escanteio do Tigre do Sertão após desvio na defesa alvirrubra, e nove minutos depois reclamou de pênalti, após a queda do atacante cara a cara com o goleiro Vágner. O Timbu quase ampliou no lance seguinte com o chute cruzado de Patrick Allan, que parou em grande defesa do goleiro Lucão, destaque dos adversários na partida.

Na segunda etapa, as equipes voltaram sem alterações. Mas se a mudança não foi tática no Flamengo de Arcoverde, ela foi de postura. O Tigre do Sertão foi quem deu o cartão de visitas primeiro. Wellington fez boa jogada e finalizou para defesa segura de Vágner.

O Timbu, por sua vez, não tardou a reagir, e Evandro quase marcou o segundo dos alvirrubros aos 5 minutos da etapa final. Ele recebeu bom cruzamento de Danilo Belão e bateu à queima-roupa para a defesa do goleiro Lucão.

Na metade final do segundo tempo, o Náutico seguiu tentando ampliar o marcador, mas imprimiu poucas chances de perigo. O Timbu passou a concentrar a maior parte das suas investidas nas finalizações à longa distância, Já o Flamengo não levou perigo, mas fez um jogo defensivamente seguro.

Quando a partida indicava que o placar permaneceria inalterado, o atacante Ray Vanegas aumentou. Ele recebeu o passe após boa jogada de Kauan Maranhão e só tirou do goleiro Lucão para marcar o segundo do Náutico aos 47 minutos do segundo tempo.

FICHA DO JOGO - NÁUTICO 2 X 0 FLAMENGO-PE

NÁUTICO

Vágner; Danilo Belão, Guilherme Matos, Rafael Vaz e Luiz Paulo; Lorran (Igor Pereira), Marcos Júnior (Marco Antônio) e Patrick Allan (Júlio César); Kauan, Fernandinho (Ray Vanegas) e Evandro (Kauan Maranhão). Técnico: Allan Aal.

FLAMENGO DE ARCOVERDE

Lucão; Gustavinho, Giovani, Bruno, Cal Rodrigues e Cardoso; Wendel Bahia (Léo Pedro), Soares e Jhonata (Lukiinha); Wellington e Bruno Henrique (Júlio César). Técnico: Toninho Pesso.

LOCAL: Estádio dos Aflitos (Recife/PE)

ARBITRAGEM: Anderson Luis Marques (Árbitro); Ricardo Jorge Nunes dos Santos Junior e Tulio de Farias Ribeiro Caldas (Assistentes) e

GOLS: Kauan Maranhão, aos 21/1T e Ray Vanegas, aos 47/2T (Náutico)

CARTÕES AMARELOS: Danilo Belão e Patrick Allan (Náutico); Cal, Gabriel Soares e Gustavinho (Flamengo-PE)

PÚBLICO: 10.783

RENDA: R$ 198.251,50

Nenhum comentário:

Postar um comentário