GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 22 de janeiro de 2024

DELAÇÃO CHEIRA A SACANAGEM

Ronnie Lessa, acusado de matar Marielle Franco, fecha acordo de delação

Ronie Lessa é apontado como o autor dos disparos contra Marielle Franco (Reprodução/Renan Olaz/CMRJ)


O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Andrei Rodrigues, afirmou que o caso terá um desfecho ainda neste primeiro trimestre de 2024
Ronnie Lessa, acusado de matar a ex-vereadora Marielle Franco (Psol-RJ) e o motorista Anderson Gomes, fechou um acordo de delação com a Polícia Federal. No entanto, a colaboração dele ainda precisa ser homologada no Superior Tribunal de Justiça (STJ). As informações são do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.
Lessa, ex-sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro, fez os disparos contra Marielle e Anderson. A delação do preso é vista como fundamental por investigadores para chegar aos nomes de possíveis mandantes dos assassinatos. O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Andrei Rodrigues, afirmou que o caso terá um desfecho ainda neste primeiro trimestre de 2024.

Marielle foi morta a tiros em 14 de março de 2018, no bairro do Estácio, localizado na região central da capital fluminense. A vereadora, que saia de um evento com mulheres negras, foi morta com quatro disparos na cabeça. Anderson Gomes, motorista do carro que a transportava pela cidade, foi atingido por três projéteis nas costas e também morreu.

Ronnie Lessa, que está preso desde março de 2019, é apontado como o principal suspeito da autoria dos assassinatos. Segundo Élcio de Queiroz, que dirigia o carro com Ronnie Lessa e já fez delação à PF no ano passado, Lessa foi o autor dos disparos que mataram Marielle e Anderson.

Pelas redes sociais, a deputada Erika Hilton (Psol-SP) disse que o acordo de delação é a "peça que falta para solucionar o caso". "Já são 5 anos e 10 meses que queremos justiça por Marielle e Anderson. Que a delação de seu executor leve a polícia aos mandantes do crime", afirmou a parlamentar.

Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário