GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

quinta-feira, 25 de janeiro de 2024

NÁUTICO - CRITICANDO A ARBITRAGEM

Allan Aal critica arbitragem após empate entre Náutico e Central

Allan Aal, treinador do Náutico  - Foto: Gabriel França / CNC


Treinador reclamou da marcação do gol de Moacir, em posição irregular, e da expulsão de Leandro Barcia

 

O Náutico saiu na bronca com a arbitragem após o empate em 2x2 com o Central, nesta quarta (24), no Lacerdão, pelo Campeonato Pernambucano. Ao menos duas marcações influenciaram diretamente no resultado. A primeira, um erro confirmado. O gol de Moacir, o do empate em 1x1, teve a assistência de Lucão, que estava impedido. No outro lance, esse interpretativo, o árbitro José Woshington expulsou Leandro Barcia após o atleta levantar o pé próximo ao rosto de Rafael Peixoto.

“Foi uma pena a expulsão (de Barcia). Não sou favorável a falar de arbitragem, mas tivemos um gol impedido que foi fundamental para o adversário mudar a atitude de um jogo que estava totalmente controlado. Depois teve a expulsão que, ao meu entender, não merecia porque o critério na bola do Evandro não foi o mesmo usado pelo árbitro (na jogada, o defensor do Central  tomou o amarelo em jogada semelhante). Foi uma perda, mas temos jogadores para uma reposição em alto nível”, afirmou o técnico Allan Aal.

Por falar em Barcia, o treinador alvirrubro elogiou o desempenho do uruguaio, prevendo uma evolução do atacante ao longo da competição. ““Ele teve uma atitude que a gente esperava pela qualidade técnica dele. É um jogador que consegue quebrar a linha de marcação em um toque, achando bolas rápidas no primeiro pau. Não aproveitamos isso da melhor maneira possível. Ele se manteve em campo jogando em uma função diferente porque pelo lado seria difícil por conta questão física. Como ele tem facilidade de fazer o ‘9’ pelo lado, optamos pela qualidade técnica que ele tem jogando de costas”, apontou. 

Posições mantidas 

Com o resultado, o Náutico permaneceu na segunda colocação, com oito pontos, podendo perder posições ao término da rodada. O Central é o líder, com 10. Na próxima rodada, a Patativa encara o Retrô, na Arena de Pernambuco, no domingo (28). O Timbu visita o Santa Cruz, no Arruda, no sábado (27), no Clássico das Emoções.

Sem Barcia, o técnico Allan Aal pode acionar Ray Vanegas ou Fernandinho para fechar o ataque ao lado de Júlio César e Evandro. O segundo, inclusive, foi o grande nome da partida diante do Central, marcando um gol e cobrando a falta na trave que, no rebote, originou a bola na rede de Robson. A Patativa marcou com Moacir, artilheiro do Estadual ao lado de Fernandinho, do Retrô (ambos com três gols), e Joelson.

Por William Tavares

Nenhum comentário:

Postar um comentário