GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sábado, 17 de fevereiro de 2024

ASSASSINATO DO TURISTA

Imagens de câmeras de videomonitoramento mostram turista ferido após ser esfaqueado em assalto

Foto: Reprodução/Redes sociais

As imagens foram captadas por circuito de câmeras de videomonitoramento de residências próximo ao local em que a vítima foi alvo de latrocínio (roubo seguido de
Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que o turista Talles do Couto Lemgruber Kropf, de 35 anos, anda desorientado pela caçada e tenta pedir socorro após ser esfaqueado durante assalto, na Zona Sul do Recife. 
As imagens foram captadas por circuito de câmeras de videomonitoramento de residências próximo ao local em que a vítima foi alvo de latrocínio (roubo seguido de morte), na Avenida Domingos Ferreira, em Boa Viagem, na madrugada da Quarta-Feira de Cinzas (14). 

O vídeo mostra Talles andando já ferido e "cambaleando" pela calçada, a cerca de 300 metros do local em que foi roubado e esfaqueado. 
 

 
Ele foi morto a facadas ao voltar de uma festa carnavalesca em Olinda. Ele estava indo lanchar no Bar do Paulinho. 

Nas imagens é possível ver que ele anda por alguns metros e para em frente a um edifício. Em seguida ele encosta na parada e segundos após ele caí no chão, agonizando.

É neste momento que uma motocicleta com duas pessoas que passavam pela via e percebe que o turista estava caído na calçada.

O condutor liga o alerta e estaciona a motocicleta, enquanto uma mulher que estava na garupa desembarca para socorrer Talles.

Segundo informações preliminares, foi ela quem acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para socorrer o turista. 

Ele chegou a ser encaminhando para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Imbiribeira em estado grave. 

Ele deu entrada, segundo a UPA, "em parada cardiorrespiratória, com história de lesão por arma branca em hemitórax esquerdo, apresentando sangramento intenso".

Polícia já tem imagens que registraram o crime

Os investigadores do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) já estão com as imagens do circuito de câmeras de videomonitoramento que poderão ajudar a polícia a identificar o suspeito de roubar e matar o turista Talles do Couto. 

A informação foi repassada na quinta (15) pelo chefe da Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), delegado Renato Rocha, durante uma entrevista coletiva com a imprensa para o detalhamento dos números do balanço da Operação Carnaval 2024.

O gestor da corporação foi questionado por jornalistas sobre os detalhes da investigação acerca da morte do turista carioca.

"Já identificamos algumas câmeras, e já fizemos a solicitação de algumas outras imagens. Porém, a gente ainda estamos na fase inicial das investigações. Estamos na fase de análise e como bem colocou o nosso secretário (Alessandro Carvalho), neste momento, o importante é a gente manter sob sigilo as investigações do fato", declarou Renato Rocha. 

Como foi

O turista Talles de Couto Lemgruber Kropf, de 35 anos, assassinado em um assalto em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, trocou o carnaval de Salvador pela folia em Pernambuco.

Ele tinha chegado ao Recife no domingo (11) e foi vítima de latrocínio na Quarta-Feira de Cinzas (14).

 (Foto: Arquivo Pessoal )
Foto: Arquivo Pessoal

Talles foi morto a facadas ao voltar de uma festa carnavalesca em Olinda.  Ele estava indo lanchar no Bar do Paulinho, na Avenida Domingos Ferreira. A casa onde ele estava hospedado fica bem perto do local do assalto. 
 
Segundo informações dos amigos que estavam com ele no carnaval, o engenheiro estava sozinho e mandou a última mensagem por volta 0h25 de quarta. 
 
Uma hora depois chegou a notícia de que ele estava caído na rua, perto da entrada da comunidade do Pocotó, em Boa Viagem.
 
O que diz a polícia  
  
Por meio de nota, a corporação limitou-se a dizer apenas que: "A Polícia Civil de Pernambuco informa que o caso segue sob investigação da 3ª Delegacia de Homicídios. As investigações estão em andamento e continuamsob o comando do Delegado Caio Morais. Mais detalhes poderão ser fornecidos após a conclusão da investigação policial". 

Por: Wilson Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário