GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2024

CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Acusado de escalação irregular, Maguary irá ser ser julgado nesta segunda-feira pelo TJD-PE

Maguary poderá sofre perda de pontos e multa por escalação irregular (Foto: Rafael Vieira/DP FOTO)


Azulão foi denunciado por escalação irregular de volante na partida contra o Santa Cruz na estreia do Campeonato Pernambucano


Em jogo de oito gols, o Maguary superou o Flamengo de Arcoverde, por 6 a 2, no estádio Arthur Tavares. Com o resultado, o Orgulho de Bonito entrou, provisoriamente, no G6, com 10 pontos, que garante vaga para as quartas de finais do Campeonato Pernambucano. No entanto, o Azulão terá que vencer uma batalha nos tribunais, se quiser seguir com o sonho de passar de fase. Uma vez, que o clube será julgado nesta segunda-feira (19), às 18h30, no Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco (TJD-PE), pela possível escalação irregular do volante Wandrew.

O Maguary foi denunciado por descumprimento dos artigos 191 e 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

O artigo 191 abrange infrações do regulamento geral ou específico de competição e, dependendo das circunstâncias e da gravidade da infração, as penalidades podem variar de simples advertência até multa de R$ 100 mil. Já o artigo 214 menciona a inclusão de atleta irregular em uma dada partida, e a pena é de perda de três pontos e multa de R$ 100 a R$ 100 mil. Neste caso, se for condenado, o Maguary perderia três pontos e ficaria com apenas sete. 

Entenda o caso

A procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Pernambuco (TJD-PE) apresentou denúncia contra o Maguary por suposta escalação irregular do volante Wandrew quando a equipe enfrentou o Santa Cruz, pela estreia do Estadual. A denúncia aconteceu após recebimento de ofício da FPF.

O volante Wandrew foi titular na derrota por 2 a 0, no estádio do Arruda. No entanto, o atleta só foi regularizado apenas no dia 17 de janeiro, como consta no Boletim Informativo (BID) da CBF. Como o meio-campista tinha sido emprestado para um clube da Coreia do Sul, só iria aparecer no BID após a abertura da janela internacional de transferências.
 
Defesa do Maguary

Em contato com o jurídico do Maguary, a defesa não adiantou quais argumentos serão utilizados no julgamento, mas se mostrou bastante confiante no resultado. O clube acredita que irá sofrer apenas a multa baseada no art. 191.

A defesa do Maguary está sendo realizada pelo advogado e especialista em direito esportivo,  Osvaldo Sestário Filho, que representou a Portuguesa no julgamento do meia Héverton no STJD. Na ocasião, a Lusa acabou perdendo os pontos e foi rebaixada para a Série B do Campeonato Brasileiro. No futebol pernambucano, o advogado já trabalhou em casos recentes do Petrolina e Flamengo de Arcoverde.
 
<i>(Foto: Reprodução)</i>

Nenhum comentário:

Postar um comentário