GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2024

CARNAVAL 2024

 Casa do Pequeno Folião garante proteção e cuidado aos filhos dos trabalhadores informais

Foto: Edson Holanda/ Prefeitura do Recife


Ação da Prefeitura do Recife já recebeu mais de 300 crianças desde o início do Carnaval e garante direitos com atividade lúdicas, educativas e equipe especializada

A Casa do Pequeno Folião, uma iniciativa da Prefeitura do Recife sob a coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Políticas sobre Drogas (SDSDHJPD), em parceria com as Secretarias de Educação (SEDUC) e Saúde (SESAU), tem como propósito acolher os filhos de trabalhadores informais que atuam no Bairro do Recife durante o Carnaval. Localizada na Creche Escola Municipal Nossa Senhora do Pilar, o espaço recebe crianças de 0 a 6 anos e de 7 a 13 anos, desde a abertura do Carnaval na (8) até a Quarta-Feira de Cinzas (14). Durante esse período, as crianças desfrutam de seis refeições diárias, participam de atividades lúdico-pedagógicas e recreativas, além de receberem atendimento médico, quando necessário. Nesta segunda-feira (12), o prefeito João Campos, acompanhado da Secretária Ana Rita Suassuna, da SDSDHJPD, fez uma visita ao serviço. 


''O foco é na proteção infantil para impedir que as crianças trabalhem durante o carnaval. E o serviço funciona durante 24h por dia para prevenir situações de vulnerabilidade. Com o trabalho conjunto da equipe da saúde e da assistência social, conseguimos identificar diversas situações que precisam de intervenção e, assim, conseguimos agir. Enquanto muitas pessoas estão se divertindo na folia, tem um time muito grande de trabalhadores se dedicando para que o Carnaval possa acontecer de forma segura para todos e todas, inclusive crianças, e é papel da Prefeitura prover essa proteção'', ressaltou o prefeito.


As crianças são acompanhadas por uma equipe diversa de profissionais das áreas da assistência social, educação e saúde. A iniciativa inédita foi lançada pela Prefeitura do Recife, em 2023, para acolher até 50 crianças filhas dos trabalhadores informais que atuam no Carnaval do Recife. O diferencial deste ano é que, além do serviço prestado ao público da primeira infância, 50 crianças e adolescentes na faixa etária de 7 a 13 anos que geralmente são atendidos nos espaços de proteção também podem contar com o serviço 24 horas, sendo acolhidas na Escola do Pilar. Desta forma, a prefeitura não só ampliou a oferta de vagas ao público, como também qualificou o serviço prestado.  

 

''Aqui garantimos a dignidade e o direito de proteção social das crianças que recebemos, além da tranquilidade que os pais sentem sabendo que os filhos estão bem e em segurança'', afirmou a Secretária de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos, Juventude e Políticas sobre Drogas do Recife, Ana Rita Suassuna.

 

Na quinta-feira (08), a Casa recebeu 79 crianças; na sexta-feira (09), 98 crianças; no sábado (10), 103 crianças; no domingo (11), 102 crianças e até o fim da manhã da segunda-feira (12), já havia 83 crianças, com a estimativa de uma quantidade ainda maior. Ao todo, mais de 300 crianças foram contempladas pelo programa e por dia, em média,  90 crianças e adolescentes dormem na escola. 

 

''Com essa iniciativa da Prefeitura do Recife, que começou ano passado, conseguimos atender famílias em vulnerabilidade e proteger as crianças e adolescentes que, por ventura, iriam trabalhar com os pais durante as noites de carnaval'', explicou Marcella Glasner, gerente geral do Sistema Único de Assistência Social e coordenadora da Casa do Pequeno Folião.


DP

Nenhum comentário:

Postar um comentário