GIF Patrocinador

GIF Patrocinador

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

COBRANDO PUNIÇÃO

CEO do Fortaleza fala em ataque premeditado e diz que time não jogará até haver punição aos responsáveis

CEO do Fortaleza, Marcelo Paz (Foto: MATEUS LOTIF/FEC)


Seis jogadores ficaram feridos e um deles teve trauma cranioencefálico em virtude de uma pedrada


Após o empate contra o Sport na Copa do Nordeste, o ônibus do Fortaleza foi alvo de um ataque com pedras em Recife, resultando em seis jogadores feridos. Após desembarcar na capital cearense, na manhã desta quinta-feira (22), o CEO do clube, Marcelo Paz, classificou o incidente como "premeditado" e exigiu punição dos responsáveis antes que a equipe retorne às competições.

"Estávamos focados no trabalho, não houve hostilidade durante o jogo, e então isso aconteceu", declarou Paz. "O Fortaleza só deveria retomar as atividades quando os jogadores estiverem totalmente recuperados, como um exemplo. Nossos médicos estão indo às casas dos jogadores, pois hoje é o dia de descanso. As pessoas responsáveis por esse ato não devem escapar impunes."

Marcelo também falou sobre o estado de saúde dos jogadores feridos: João Ricardo, Escobar, Titi, Brítez, Lucas Sasha e Dudu. Os casos de João Ricardo e Escobar foram os mais graves, com seis e 13 pontos na cabeça, respectivamente. Escobar também sofreu trauma cranioencefálico.

"No início, nossa prioridade foi prestar socorro aos feridos", disse Paz. "É crucial destacar que João Ricardo recebeu seis pontos na cabeça, enquanto Escobar está com 13 pontos e trauma cranioencefálico. O Fortaleza não está em condições de jogar; só deverá retornar às competições quando esses atletas estiverem totalmente recuperados. Deve haver punição efetiva, não apenas notas de repúdio."

Marcelo concluiu: "Havia uma bomba caseira. Seis jogadores ficaram feridos e uma bomba caseira foi premeditada. Se uma pessoa comum lançasse uma bomba em um ônibus, ela seria presa. Por que um criminoso faz isso com um time de futebol e não é preso?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário